Vitória na Justiça

TRF-4 contraria Moro: só delação não é prova

Desembargadores do TRF-4 reformaram decisão do juiz de Curitiba Sérgio Moro
:: Carlos Mota27 de junho de 2017 17:04

TRF-4 contraria Moro: só delação não é prova

:: Carlos Mota27 de junho de 2017

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região absolveu o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, imputando uma reformulação da decisão do juiz federal da 13ª vara de Curitiba, Sérgio Moro. A absolvição foi comemorada por vários petistas que sempre consideraram a prisão de Vaccari política.

Moro havia condenado o ex-tesoureiro a 15 anos e 4 meses de prisão com base em uma delação no âmbito da Lava Jato. “A Justiça foi realizada, porquanto a acusação e a sentença basearam-se, exclusivamente, em palavra de delator, sem que houvesse nos autos qualquer prova que pudesse corroborar tal delação”, disse o advogado do petista Luiz Flávio Borges D’Urso.

Ainda não se sabe quando o ex-tesoureiro vai ganhar a liberdade. Vaccari está preso em Curitiba.

#AOVIVO | Humberto discursa sobre a importante decisão em favor do Estado Democrático de Direito tomada pelo TRF da 4° Região, que absolveu João Vaccari Neto.

Publicado por Humberto Costa em Quarta, 28 de junho de 2017

 

Documento de absolvição do Vaccari

Essa não é a primeira vez que um tribunal reformula uma decisão de Moro. Em 2016, o TRF4 absolveu os executivos da OAS Mateus Coutinho de Sá Oliveira e Fernando Stremel por falta de provas. Quando os condenou, Moro falou em “provas robustas”em sua decisão.

O ex-presidente nacional do PT Rui Falcão comemorou a absolvição do companheiro e ressaltou: “ninguém pode ser condenado sem provas”.

‪Vaccari absolvido!!! Vitoria do PT e da Verdade !! Ninguém pode ser condenado sem provas.‬O Estado de Direito vai vencer as mentiras!!

Publicado por Jefferson Lima em Terça, 27 de junho de 2017

Leia também