Áudio

Há um ano, TRF condenava Lula e abria caminho para prisão política

Juristas consultados pelo Brasil de Fato apresentam argumentos que colocam em xeque a decisão tomada em Porto Alegre
:: Carlos Mota24 de janeiro de 2019 10:34

Há um ano, TRF condenava Lula e abria caminho para prisão política

:: Carlos Mota24 de janeiro de 2019

No dia 24 de janeiro de 2018, o Brasil parou para acompanhar em transmissão ao vivo em rede aberta de televisão o julgamento em segunda instância do recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), sobre a condenação imposta pelo juiz de primeira instância, Sérgio Moro, no caso conhecido como o “triplex do Guarujá”.

Do lado de fora do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) em Porto Alegre (RS), milhares de apoiadores de Lula acompanhavam a sessão que, pela primeira vez na história do Brasil, poderia levar à prisão um ex-ocupante do Palácio do Planalto. Do lado de dentro, três desembargadores, Leandro Paulsen, Victor Laus e João Gebran Neto, decidiam o destino do senhor de 72 anos que, ao terminar seu segundo mandato em 2010, deixou o governo com mais de 80% de aprovação popular.

Confira o texto na íntegra

Leia também