Viana : “Aliança do PSB e da Rede demonstra fracasso das oposições”

Para o senador, as oposições foram incompetentes e pararam no tempo, apenas criticando. "Eles estão há 13 anos fora do governo e não têm projeto".

 

 

:: Da redação11 de outubro de 2013 14:01

Viana : “Aliança do PSB e da Rede demonstra fracasso das oposições”

:: Da redação11 de outubro de 2013

“As oposições não têm nenhum projeto, nenhum
programa e nem candidato”

Em que pese o farto noticiário político dos últimos dias que procura vender como terceira via a aliança feita entre a ex-senadora Marina Silva e Eduardo Campos, possíveis candidatos à presidência da República nas eleições do ano que vem, o senador Jorge Viana (PT-AC), vice-presidente do Senado, em discurso feito  nesta sexta-feira (12), disse ver essa união como a demonstração real e concreta do fracasso das oposições. “As oposições estão há 13 anos fora do governo e, na véspera da eleição de 2014, não têm nenhum projeto, nenhum programa e nem candidato, porque passaram 13 anos colocando defeito naquilo que o PT ia tentar fazer ou naquilo que o PT fazia”, afirmou.

Na opinião do senador, as oposições foram incompetentes e ficaram paradas no tempo apenas criticando os feitos do governo Lula, como o Bolsa Família, sempre perguntando quando as pessoas beneficiadas sairiam do programa. Por essas e outras é que a mídia enxerga como novo a aliança entre Marina e Eduardo Campos. “Mas quem são eles? São ex-ministros do nosso governo, que ajudaram a construir este Brasil e, legitimamente, têm o direito de se colocar como alternativa, mas a construção dessa alternativa, que alguns chamam de terceira via, é a prova, é um tiro de misericórdia nas oposições”, afirmou.

Jorge Viana, aliás, observou que a informação que se tem é a permanência no jogo político do ex-governador tucano José Serra, ex-candidato ao governo de São Paulo, a prefeito e a presidente da República – a tudo – e ele, ao que parece, vai colocar seu nome na disputa. “Nem o disco eles conseguem trocar. É o mesmo. O senador Aécio Neves estava tentando se colocar como candidato, mas Serra disse: não, só vamos discutir isso em 2014”, disse, destacando que outro grande derrotado pela ida de Marina para o PSB é o PPS, “a oposição mais raivosa que se tem hoje”.

“O PPS foi criado na biblioteca do Palácio do Alvorada para ser uma força auxiliar ao PSDB. O PPS estava no altar, esperando a noiva e ela não apareceu”, disse Jorge Viana em seu discurso.

Marcello Antunes

 

Confira a íntegra da entrevista do senador Jorge Viana (PT-AC) ao jornal Valor Econômico

 

Leia também