Viana lamenta olhar da imprensa sobre geração de empregos

Viana: “Sinceramente, não conheço, na economia, algo melhor do que a geração de emprego”O senador Jorge Viana (PT-AC) criticou, nesta quarta-feira (25), em plenário, a abordagem negativista dada por parte da imprensa nacional acerca da impressionante marca  de cinco milhões de empregos gerados durante o Governo Dilma Rousseff.No mês de maio, a marca chegou a cinco milhões de vagas formais ocupadas desde janeiro de 2011.

:: Da redação25 de junho de 2014 12:00

Viana lamenta olhar da imprensa sobre geração de empregos

:: Da redação25 de junho de 2014

 

O Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que mede a geração de postos de trabalho com carteira assinada no País registrou a criação de 58.836 vagas em maio, valor que representa crescimento 0,14% em relação ao mês anterior.

“Eu fui ver o noticiário, e todo mundo agora está noticiando que faz 22 anos que nós não temos um maio com uma geração de emprego tão pequena. Mas no mês de maio, com os 50 mil empregos, completaram-se cinco milhões de empregos gerados com carteira assinada, em menos de quatro anos”, disse o senador, exaltando a marca.

A presidenta Dilma, de acordo com o senador petista, conseguiu alcançar a importante marca num momento que o planeta vive uma crise financeira profunda, em que se contabilizam aproximadamente 200 milhões de desempregados. O senador petista também destacou a geração de aproximadamente 20 milhões de empregos formais no Brasil, durante os últimos 12 anos.

“Discutir crescimento econômico é muito importante; mas, sinceramente, não conheço, na economia, algo melhor do que a geração de emprego, a oportunidade de trabalho para um chefe de família, para um jovem”, disse.

Leia também