espionagem

Wagner solicita que PGR investigue espionagem da Abin em evento

Para o senador, atuação da Abin pode ser enquadrada como improbidade administrativa e configurar crime de responsabilidade
:: Assessoria do senador Jaques Wagner29 de outubro de 2020 10:19

Wagner solicita que PGR investigue espionagem da Abin em evento

:: Assessoria do senador Jaques Wagner29 de outubro de 2020

O senador Jaques Wagner (PT-BA) enviou representação à Procuradoria-Geral da República (PGR) para que seja investigada a determinação do governo de enviar agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para monitorar a participação de brasileiros na 25ª Conferência do Clima (COP) da Organização das Nações Unidas.

Para o parlamentar, é preciso que seja instaurado procedimento para analisar a legalidade e as conclusões da operação, que pode configurar improbidade administrativa e crime de responsabilidade.

“Essa inédita e surpreendente operação foi confirmada pelo próprio ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, que defendeu tal ação de espionagem afirmando ser deplorável a visão míope de alguns sobre Inteligência de Estado”, destacou Wagner.

“Porém, é importante relembrar a posição do STF que reforça que atos nesse sentido, sem motivação concreta, são inerentes à democracia e incompatíveis com o princípio fundamental do pluralismo político”, ressaltou.

No documento, o senador destacou, ainda, que segundo a legislação, o ato não encontra respaldo nas atribuições da Abin, indicando desvio de finalidade.

Confira a íntegra da matéria

Leia também