Walter Pinheiro ajuda nas negociações com a PM-BA

Walter Pinheiro (PT-BA) e Lídice da Mata (PSB-BA) participam das negociações para o fim da greve da PM na Bahia, que começou dia 31 de janeiro e é marcada por uma onda de violência que já registrou 93 homicídios.

:: Da redação7 de fevereiro de 2012 17:00

Walter Pinheiro ajuda nas negociações com a PM-BA

:: Da redação7 de fevereiro de 2012

Em entrevista à Rádio Senado, Pinheiro falou sobre a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governador Jaques Wagner e defendeu o desarmamento dos grevistas. “O governador, inclusive, já apresentou uma proposta de reajuste salarial de 6,5 e ao mesmo tempo em que cessado o movimento o governador se dispõe a continuar o processo de negociação e todas as tratativas com todos aqueles que fizeram esse movimento. A crítica que a gente faz é que o movimento acabou também se localizando muito num processo de utilização de armas”, disse o senador.

A senadora Lídice também ressaltou a importância de os grevistas se desarmarem e afirmou que, após a chegada das forças nacionais de segurança, a situação começa a se acalmar: “O povo está tenso. Temos uma situação de recrudescimento da violência em função da ausência dos policiais militares das ruas. Esses dias, com a presença das forças nacionais nos principais bairros da cidade, isso está se equilibrando mais”.

Pelo microblog (@pinheirosenador), o senador Pinheiro tem informado o esforço pelo diálogo, mediação e entendimento em busca de uma saída negociada para “retomar a normalidade e solucionar o impasse”.

Ouça aqui a entrevista.

Com informações da Rádio Senado

Leia também