Wellington Dias destaca potencial de energia solar no Piauí

:: Da redação4 de setembro de 2013 17:22

Wellington Dias destaca potencial de energia solar no Piauí

:: Da redação4 de setembro de 2013

“Hoje, a geração de energia solar é uma
alternativa bem mais cara que a energia
gerada em hidrelétricas”

O líder do PT e do Bloco de Apoio ao Governo, senador Wellington Dias (PI), está otimista com a possibilidade de o município de São João do Piauí tornar-se referência no Brasil por causa do elevado potencial de geração de energia solar, cujos índices de exposição são três vezes maiores do que a Alemanha, um dos maiores produtores e distribuidores de energia solar no mundo. Em discurso feito ontem, Wellington Dias ainda destacou os investimentos, da ordem de R$ 1,3 bilhão em 18 empreendimentos eólicos que serão desenvolvidos pela Chesf em parceria com grupos privados na Bahia e no Piauí.

Segundo o líder, em relação à energia solar, o município de São João do Piauí atrai investimento principalmente por causa da subestação de energia elétrica situada na cidade, o que caracteriza um dos maiores entroncamentos energéticos do País. “Por isso que o incêndio que houve na Fazenda Santa Clara, nessa região, ocasionou a falta de energia em praticamente todos os estados do Nordeste na semana passada”, explicou. A geração de energia solar corresponderá a 200 Megawatts/dia e a previsão de investimento é de R$ 1,2 bilhão. “Hoje, a geração de energia solar é uma alternativa bem mais cara que a energia gerada em hidrelétricas. Porém, estudos preliminares revelam que o preço da energia solar cairá quando a produção for realizada em grande escala. O Brasil possui apenas uma empresa de geração de energia solar, localizada no Ceará, que produz 1 megawatt/dia”, acrescentou.

Na avaliação de Wellington Dias, a transmissão de energia solar poderá utilizar a rede já existente e isso vai baratear o custo. O gasto na implantação de qualquer projeto de energia solar, que é a criação de uma rede de distribuição, será reduzido a zero, ainda mais quando se considera que a subestação exerce o papel relevante na distribuição de energia elétrica para as regiões Norte e Nordeste.

Parque-elico

Os investimentos são de R$ 1,3 bilhão em
18 empreendimentos eólicos

Ele observou, ainda, que nessa região onde ocorreu o incêndio, o Grupo Tristão foi o vencedor num leilão para gerar energia a partir da biomassa, utilizando sobras de eucalipto que serão usados na termoelétrica a ser instalada na cidade Canto do Buriti. “A implantação de usinas de energia solar em São João do Piauí pode transformar esse município em referência para o Brasil e para o mundo na geração de energia limpa. Portanto, quero comemorar a geração desses investimentos, que colocam o Piauí na nova rota de energia eólica, de energia solar. Com certeza, tudo isso vai viabilizar grandes investimentos no meu estado e resultará em geração de empregos”, afirmou.

Wellington Dias lembrou a relevância do Programa Luz para Todos, criado pelo governo do ex-presidente Lula e inaugurado no Piauí quando ainda era governador, pelo fato de que 80% da população rural vivia à luz das lamparinas. Mas tal situação é coisa do passado. Hoje 94% do estado já tem acesso à energia elétrica e as 25 mil ligações que faltam fazer na zona rural deverão ser concluídas no curtíssimo prazo.

Foto2: Teresina Diário

Leia mais:

Pinheiro defende expansão da energia eólica na matriz nacional

Leia também