Wellington: medalhistas são exemplo de superação

Com sete medalhistas de ouro na 7ª Olimpíada de Matemática das escolas públicas, o Piauí volta a se distinguir pelos resultados obtidos.  

:: Da redação30 de agosto de 2012 19:33

Wellington: medalhistas são exemplo de superação

:: Da redação30 de agosto de 2012

Com sete medalhistas de ouro na 7ª Olimpíada de Matemática das escolas Públicas, o estado do Piauí volta a se distinguir pelos resultados obtidos na área da Educação. “É com muito orgulho que quero aqui destacar, mais uma vez, a belíssima performance dos estudantes piauienses nessas olimpíadas”, afirmou em discurso ao Plenário o senador Wellington Dias (PT-PI) na última terça-feira.    

Wellington alertou que o desempenho dos alunos piauienses não deve ser tratado como uma surpresa. O estado já havia registrado resultados expressivos no último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). A Escola Raldir Bastos, de Teresina, por exemplo, obteve nota 6,9 no Ideb o que a coloca entre as melhores do Brasil. Além disso, a Universidade Estadual do Piauí (UESP) foi a campeã nacional de avaliação no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) e a única instituição brasileira a conquistar três selos de qualidade da Ordem dos Advogados do Brasil, pelo índice de aprovação conquistado por seus ex-alunos de Direito nos exames da OAB.

 “Isso mostra que é possível, sim, ter uma escola pública de qualidade”, afirmou o senador. Parte desse sucesso deve ser creditado aos investimentos em Educação realizados durante os dois mandatos de Wellington como governador do estado. Um dos principais exemplos é a implantação pioneira de 19 escolas de Educação integral, que oferece, além do currículo obrigatório, ensino técnico, atividades culturais e esportivas, reforço escolar, estudo de línguas e de computação.

Cocal dos Alves campeã
Cerca 18,7 milhões de estudantes participaram da 7ª Olimpíada de Matemática das Escolas Públicas, cuja cerimônia de premiação, realizada na última segunda-feira (27/08), contou com a participação da presidenta Dilma Rousseff. O certame envolveu 44,6 mil escolas públicas de todo o Brasil.

Wellington homenageou em Plenário o sete medalhistas de ouro de seu estado. “A qualidade do ensino no Piauí está cada vez melhor”, afirmou. Ele chamou a atenção para o fato de que dois dos vencedores são da pequena cidade de Cocal dos Alves, que, com cinco mil habitantes é campeã brasileira das olimpíadas de matemática, com quase uma centena de medalhas conquistadas. Cocal também é campeã nos vestibulares: a média de aprovação alunos do município se mantém, há anos, nos 70%, conta Wellington.

O senador enalteceu o trabalho do professor João Xavier da Cruz Neto, docente de Matemática da Universidade Federal do Piauí, com doutorado no exterior, que deixou a cátedra para lecionar a disciplina em sua cidade natal e formou uma verdadeira legião de apaixonados pela matéria entre os alunos da rede pública de ensino. “Esse homem podia estar em qualquer lugar do mundo, na melhor universidade do mundo, mas preferiu se dedicar a sua terra”, elogiou o senador.

Educação pública de qualidade
O Piauí é o estado brasileiro que mais tem alunos da rede pública ocupando vaga nas universidades e nas faculdades. “De cada 100 vagas de vestibulares no meu Estado, 60 são conquistadas por alunos da rede pública, o que mostra que, nesse caso, está cumprindo de sobra a política de cotas que muitas vezes se estabelece”, afirmou o senador.

O segredo, revela Wellington, é uma escola pública de qualidade, com reforço escolar, além de um projeto implantado durante seu mandato de governador, que é o cursinho popular.

Leia Mais:

Wellington destaca papel das universidades estaduais

Leia a íntegra do discurso do senador Wellington Dias

Leia também