91% dos municípios tiveram todas as vagas preenchidas na 1ª chamada

Das 1.294 cidades que aderiram ao Programa, 1.181 atraíram profissionais para ocupar integralmente a demanda disponívelA primeira chamada de 2015 do programa Mais Médicos conseguiu atender a 61% dos municípios que aderiram ao novo edital. Do total de profissionais, 95% têm registro (CRM) brasileiro. As informações são do Ministério da Saúde.

:: Da redação12 de fevereiro de 2015 16:17

91% dos municípios tiveram todas as vagas preenchidas na 1ª chamada

:: Da redação12 de fevereiro de 2015

 

Segundo o ministro  Arthur Chioro, os números são surpreendentes e positivos, refletindo o aprimoramento do programa. Este ano foram 1.294 cidades que solicitaram profissionais e, desse total 1.181, conseguiram atrair profissionais para suprir 100% das vagas disponíveis, o equivalente a 91% dos municípios inscritos. A expectativa é atender 63 milhões de pessoas neste novo ciclo.

“Hoje o programa é uma realidade. O tensionamento que se estabeleceu em torno dele já não tem mais a mesma dimensão e é um programa que goza de enorme credibilidade junto à população, entre os gestores municipais e estaduais e entre os próprios médicos”, avalia Chioro.

O ministro destacou também que entre os 3.936 profissionais selecionados na primeira chamada, 59% optaram pelo benefício da pontuação extra de 10% nas provas de residência médica.

“Isso é um indicativo, mas nós também temos que considerar que 41% dos médicos com CRM brasileiro escolheram ir para o Mais Médicos, ir para a atenção básica em municípios muito pobres, nas periferias de grandes cidades, em regiões de muito difícil acesso, mas é onde o povo brasileiro mais precisa de médicos com vontade de atender bem, com qualidade, à população brasileira”, garante.

Com a ocupação das 4.146 vagas apontadas pelos municípios no novo edital, o governo federal garantirá em 2015 a permanência de 18.247 médicos nas unidades básicas de saúde de todo o país, levando assistência para cerca de 63 milhões de pessoas. Serão 4.058 municípios beneficiados dos 5.568 municípios do Brasil, o que representa 72,8% de todas as cidades brasileiras, além dos 34 distritos indígenas. Até 2014, 14.462 médicos atuavam em 3.785 municípios, beneficiando 50 milhões de brasileiros.

Os médicos selecionados nessa primeira chamada têm até o dia 20 para formalizar a adesão ao programa. Quem não cumprir esta etapa irá perder a vaga, que voltará a ser ofertada em uma nova chamada prevista para os dias 23 e 24 de fevereiro. A terceira chamada está prevista para os dias 17 e 18 de março. Só a partir dessa etapa é que serão oferecidas vagas para médicos com diploma expedido no exterior e posteriormente para médicos estrangeiros.

Com informações do Ministério da Saúde e do Blog do Planalto