Ana Rita defende importância da aprovação do “Mais Médicos”

A audiência sugerida por Ana Rita reuniu especialistas que reiteraram a urgência da iniciativa.

 

:: Da redação22 de agosto de 2013 20:51

Ana Rita defende importância da aprovação do “Mais Médicos”

:: Da redação22 de agosto de 2013

“Eu espero que a MP seja aprovada e possa
fazer com que a população tenha todos os
benefícios de que necessita”

Depois de três horas de debates, a presidenta da Comissão de Direitos Humanos do Senado (CDH), Ana Rita (PT-RS), acredita que foi possível deixar ainda mais clara a necessidade de aprovação da Medida Provisória 621/2013, que cria o Programa Mais Médicos. “Foi um debate altamente importante que reuniu contribuições muito ricas para subsidiar a votação da matéria”, avaliou, em pronunciamento ao Plenário.

A audiência pública, requerida pela própria Ana Rita reuniu especialistas que, em sua maioria, reiteraram a importância e a urgência de se assegurar que as populações de cidades onde o número de médicos da atenção básica é insuficiente ou até mesmo não existe um único profissional para prestar o socorro mais urgente.

“Eu espero que a MP seja aprovada e possa fazer com que a população tenha todos os benefícios de que necessita, independentemente de onde se encontra”, disse.

O Programa Mais Médicos, lançado pelo Governo Federal por meio da MP 621 pretende enfrentar não só a demanda por profissionais de saúde nas regiões mais carentes do Brasil, mas fortalecer a fixação de profissionais recém-formados em áreas onde a necessidade de atenção básica seja maior.

A senadora disse que os dados obtidos durante a audiência pública serão repassados para o relator da matéria, deputado Rogério Carvalho (PT-SE).

Giselle Chassot

Conheça a MP 621/2013

Leia mais:

“Tirar o direito à atenção básica de saúde é a maior das exclusões”

4 mil médicos cubanos trabalharão em 701 cidades

“Resistência a médicos cubanos é xenofobia”

Leia também