Ana Rita destaca implementação de políticas públicas de gênero

“Nosso compromisso é com as políticas públicas que proporcionem uma vida mais digna às mulheres”

:: Da redação8 de março de 2012 18:25

Ana Rita destaca implementação de políticas públicas de gênero

:: Da redação8 de março de 2012

No Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta quinta-feira (08/03), a senadora Ana Rita (PT-ES) destaca as conquistas com as políticas públicas de gênero adotadas nos últimos anos no Brasil.“Esse é um dia para comemorar nossas conquistas, celebrar nossas vitorias, lutas. É um dia em que nós vamos às ruas reafirmar nosso compromisso com as políticas públicas que proporcionem uma vida mais digna às mulheres”, diz a senadora que é relatora da CPMI que investiga a aplicação da Lei Maria da Penha e a estrutura do Estado para atender às vítimas de violência doméstica.

Ana Rita refere-se especialmente, além da própria Maria da Penha de, às novas leis aprovadas nos últimos anos no Congresso Nacional. Nesta semana, por exemplo, foram aprovadas a ampliação do pagamento do seguro desemprego para mulheres chefes de família e a punição para empresas que discriminarem as mulheres com o pagamento de salários mais baixos que homens com a mesma função.

Este último projeto será sancionado na próxima semana pela presidenta Dilma Rousseff que participará de homenagem às mulheres.

Ana Rita, atualmente dedicada aos trabalhos da CMPI da mulher, demonstra preocupação não só com a apuração dos casos de violência doméstica, mas com o atendimento às mulheres. “Estamos trabalhando para que a CPMI possa apurar casos de violência contra mulher. Que elas possam se sentir protegidas e amparadas pelo Estado”, afirmou.

Assista a mensagem da senadora Ana Rita

{youtube}lFNJlWn-Dr8{/youtube}

Leia mais:

Senado lança programa para promover igualdade de raça e gênero
 

Comissão julga anistia de mulheres perseguidas pela ditadura
 

Mulheres querem reforma política com equiparação de gênero
 

O grande desafio agora é aumentar a bancada feminina no Congresso

Voto das mulheres no Brasil completa 80 anos

Leia também