Apoio para agricultores em situação de extrema pobreza

:: Da redação27 de setembro de 2011 13:25

Apoio para agricultores em situação de extrema pobreza

:: Da redação27 de setembro de 2011

Cada família receberá um saco de 10kg de sementes de milho, 5kg de feijão e um kit de hortaliças, além de material com orientações sobre o plantio

 

Outras 25 mil serão atendidas neste ano com assistência técnica, sementes e R$ 2,4 mil para investir na propriedade

Dois territórios da cidadania da Bahia e um de Minas Gerais são os primeiros a serem atendidos pela estratégia de inclusão produtiva, um dos principais vetores do Plano Brasil Sem Miséria no campo. Os territórios da cidadania são grupos que apresentam o menor Índice de Desenvolvimento Humano do País.

Dez mil famílias agricultoras com renda mensal inferior a R$ 70 por pessoa começaram a receber, a partir desta segunda-feira (26/09), visitas de técnicos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). A meta para este ano é atender mais 25 mil famílias do norte de Minas e Nordeste. O objetivo é chegar a 253 mil famílias até 2014.

Os agricultores receberão sementes produzidas ou certificadas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e terão apoio de R$ 2,4 mil, a fundo perdido, para reestruturar a produção. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), entre 2003 e 2010, 4,8 milhões de brasileiros que vivem no meio rural saíram da situação de pobreza, principalmente em função do aumento da renda gerada pelo trabalho na agricultura familiar, segmento que responde por 74% das pessoas ocupadas no campo.

Além da Ater, a estratégia inclui programas de compra da produção agrícola pelos setores público e privado. Os supermercados demonstraram interesse em escoar os produtos das famílias atendidas pelo Brasil Sem Miséria, que já contam com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que destina alimentos saudáveis da agricultura familiar à merenda escolar e instituições.

Áreas prioritárias – A área rural é uma das prioridades do Brasil Sem Miséria. No campo, estão 47% dos 16,2 milhões de brasileiros extremamente pobres. O Nordeste concentra 66,5% da população rural brasileira em situação de extrema pobreza com mais de cinco milhões de agricultores.

Sementes chegam a 43 mil agricultores neste ano

Mais de 43 mil agricultores familiares do Nordeste e do norte de Minas começam a receber, a partir de outubro, sementes da Embrapa.

Cada família receberá um saco de 10kg de sementes de milho, 5kg de feijão e um kit de hortaliças, além de material com orientações sobre o plantio. Também serão fornecidas minibibliotecas da Embrapa e o programa de rádio Prosa Rural. Ao todo, a Embrapa vai fornecer 2.365 quilos de sementes (quiabo, pepino, cenoura, cebolinha, tomate, repolho, alface, coentro e couve) desenvolvidas pelos programas de melhoramento. Em 2012, as famílias recebem as sementes de feijão (100 mil kg) e milho (50 mil kg).

Municípios atendidos

Território da Cidadania Serra Geral (MG): Janaúba, Catuti, Pai Pedro, Espinosa, Mamonas, Serranópolis de Minas, Matias Cardoso, Verdelândia, Porteirinha, Mato Verde, Monte Azul, Manga e Jaíba. Território da Cidadania Velho Chico (BA): Bom Jesus da Lapa, Paratinga, Barra, Ibotirama, Serra do Ramalho, Carinhanha, Malhada, Riacho de Santana, Sítio do Mato, Matina, Oliveira dos Brejinhos, Morpará, Igaporã, Brotas de Macaúbas e Muquém de São Francisco.

Território da Cidadania Irecê (BA): Irecê, América Dourada, São Gabriel, Cafarnaum, Canarana, Presidente Dutra, Central, Lapão, Uibaí, Ibipeba, Xique-Xique, Ibititá, Jussara, Gentio do Ouro, Barro Alto, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Mulungu do Morro, Ipupiana.

Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)

Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater)

Plano Brasil Sem Miséria

Em Questão

Secom

Leia também