Após desistências, Humberto Costa aceita ser o relator do caso Demóstenes

“Espero cumprir com rigor a missão que me coube porque sei que a opinião pública está atenta a este processo”, disse Humberto.

:: Da redação12 de abril de 2012 14:55

Após desistências, Humberto Costa aceita ser o relator do caso Demóstenes

:: Da redação12 de abril de 2012

Passada a tentativa de Demóstenes Torres (sem-partido-GO) de constranger o plenário do Conselho de Ética para ganhar mais tempo para sua defesa, o senador Humberto Costa (PT-PE) aceitou assumir a relatoria do caso.

“Espero cumprir com rigor a missão que me coube porque sei que a opinião pública está atenta a este processo”, disse Humberto.

Isso ocorreu após cinco desistências de senadores que haviam sido sorteados. O primeiro sorteado foi o senador Lobão Filho (PMDB-MA), seguido de Gim Argello (PTB-DF), Ciro Nogueira (PP-PI), Renan Calheiros  (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR) – todos abriram mão do cargo. 

Demóstenes Torres é suspeito de ter mentido em seu discurso no início de março, quando afirmou que mantinha apenas relação de amizade com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso por comandar jogos ilegais no estado de Goiás. Denúncias publicadas pela imprensa com base revelam envolvimento do senador Demóstenes com o contraventor.

 

Leia mais:

Humberto: é preciso dar resposta à sociedade
 

Demóstenes tenta constranger Conselho de Ética – mas não consegue
 

Humberto irá solicitar documentos da Operação Monte Carlo

 

 

Leia também