Aprovado relatório do senador Luiz Henrique sobre MP do Código Florestal

:: Da redação12 de julho de 2012 19:48

Aprovado relatório do senador Luiz Henrique sobre MP do Código Florestal

:: Da redação12 de julho de 2012

Um pouco de bom senso dividiu a bancada ruralista no final da sessão que aprovou a Medida Provisória do Código Florestal (MP 571/2012), na tarde desta quinta-feira (12/07), na Comissão Mista do Congresso Nacional que analisa a matéria. O fato foi decisivo para garantir por 16 votos favoráveis e 4 obstruções a aprovação do relatório do senador Luiz Henrique (PMDB-SC),  ressalvados as 343 sugestões de alterações que serão debatidas na próxima reunião, marcada para 7 de Agosto.

Mas embora os ruralistas radicais tenham perdido a batalha de hoje, para o vice-presidente da comissão mista, senador Jorge Viana (PT-AC), a guerra ainda está longe do fim. Ao conversar com imprensa, o petista se disse preocupado com as modificações que ainda serão feitas no texto da MP, nas votações dos destaques e nos plenários da Câmara dos Deputados e Senado Federal, e conclamou por uma mobilização dos defensores do meio ambiente para tentar impedir o cenário traçado. “Se não for feita uma mobilização conjunta da sociedade, do movimento ambiental e do Governo, os que querem piorar o texto vão conseguir fazê-lo em Agosto e no plenário da Câmara dos Deputados”, afirmou.

Ao final da sessão, Luiz Henrique disse que continuará negociando com o Governo para tentar conciliar todos os interesses colocados sobre a matéria, a fim de garantir a rápida aprovação da MP no Congresso. Trabalho que deverá ser árduo, já que o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), representando os interesses ambientalistas, disse que vai lutar pela proteção dos rios e da qualidade da água; enquanto o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO), parlamentar de destaque da bancada ruralista, garantiu que irá continuar insistido em deixar nas regras da MP os limites mínimos de recomposição das áreas verdes na beira de rios.

Catharine Rocha

Leia mais:

Ruralistas apostam no confronto para mudar Código Florestal

Relatório à MP do Código Florestal é lido com 115 emendas acatadas

 

Leia também