Projeto do PT

Bela iniciativa: vereador do PT busca apoio para aprovar auxílio de um salário mínimo

Roberto Piano, da Câmara de Itaipulândia, apresenta indicação que eleva auxílio para um salário mínimo no município. Líder do PT no Senado elogia a iniciativa
:: Da redação24 de junho de 2020 17:55

Bela iniciativa: vereador do PT busca apoio para aprovar auxílio de um salário mínimo

:: Da redação24 de junho de 2020

Os moradores do município de Itaipulândia (PR) estão mais próximos de receberem mais uma ajuda para enfrentar os desafios impostos pela pandemia do novo Coronavírus. O vereador Roberto Piano (PT)  defende a proposta de ampliação do auxílio concedido pelo governo federal.

A proposta original do vereador, de socorro aos cidadãos afetados pela pandemia, foi apresentada antes do projeto federal e previa a concessão de auxílio municipal no valor de um salário mínimo. Como o Congresso Nacional aprovou o auxílio no valor de 600 reais, o texto aprovado de autoria do vereador petista sugere a complementação do auxílio federal para alcançar o valor do salário mínimo (R$ 1.045).

“Como foi criado o auxílio no valor de 600 reais pelo governo federal, proponho que o município complemente o valor. Não renunciamos ao valor de um salário mínimo”, explicou o vereador.

Roberto Piano avalia que no município de 11 mil habitantes, o benefício alcançará 3,5 mil pessoas. “Nesse momento de pandemia, esse projeto seria de extrema importância. Estamos aguardando a sanção por parte da prefeita desse projeto que ajudará a circular a economia local, além de socorrer os cidadãos”, enfatizou.

O senador Rogério Carvalho (SE), líder do PT no Senado, elogiou a iniciativa do colega vereador e destacou o fato de o valor referente ao salário mínimo ser o mais adequado para socorrer os brasileiros afetados pela pandemia.

“O governo Bolsonaro pretendia pagar apenas R$ 200 por mês para cada família e considerava que a reposta adequada à crise econômica eram as medidas privatizantes e de austeridade fiscal que já constavam em sua agenda. Nós apresentamos proposta para que o auxílio no valor de um salário mínimo fosse pago em todo o Brasil. Infelizmente o Congresso não aprovou. Mas é importante que iniciativas locais prosperem para que possamos dar a resposta adequada a população”, destacou o senador.

Roberto Piano explicou que pretende apresentar, na próxima semana, projeto para transformar o auxílio em Renda Básica de Cidadania permanente para o período pós-pandemia, resgatando projeto do ex-senador e atual vereador Eduardo Suplicy (PT-SP).

Leia também