CDH realizará ciclo de debates sobre a Campanha da Legalidade

:: Da redação25 de agosto de 2011 03:00

CDH realizará ciclo de debates sobre a Campanha da Legalidade

:: Da redação25 de agosto de 2011

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) vai realizar um ciclo de debates sobre os 50 anos da Campanha da Legalidade. Com início em 25 de agosto de 1961, pelo então governador do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola, a campanha, que ficou conhecida como o maior movimento popular no Brasil desde a Revolução de 30, evitou um golpe militar, ao garantir que o vice-presidente João Goulart assumisse a Presidência da República após a renúncia de Jânio Quadros, mesmo com a oposição dos militares.

Tendo como primeiro signatário o presidente da CDH, senador Paulo Paim (PT-RS), o requerimento para a realização do ciclo de debates foi aprovado na reunião da comissão desta quinta-feira. A primeira audiência pública já está marcada para o dia 5 de setembro, a partir das 9h. As demais, por sugestão de Paim, poderão ocorrer numa segunda feira de cada mês, até o final do ano.

Segundo Paim, o objetivo dos debates é resgatar parte da história do País.

“Vamos discutir toda a história, que passa pelo golpe militar em 1964 e passa também pela situação de tanta gente que morreu, exilados que voltaram e outros assuntos que se tornaram um marco”, afirmou.

Para Ana Rita (PT-ES), o ciclo de debates será uma aula “valiosíssima”. Já Paulo Davim (PV-RN) sugeriu que o ciclo de debates seja transformado em documentário gravado pela TV Senado,”a ser disseminado para todo o Brasil”.

A relação de convidados ainda está sendo elaborada pela comissão. Para o primeiro encontro, contudo, segundo lista aprovada pela CDH, deverão ser chamados os presidentes do PDT e do PTB em âmbito nacional, bem como os presidentes desses mesmos partidos no Rio Grande do Sul e em Goiás. Também serão convidados governadores e ex-governadores desses estados, personalidades políticas da época e seus familiares.

Fonte: Agência Senado

Leia também