Delcídio viabiliza água para comunidades quilombolas

Funasa liberou R$ 1 milhão e 55 mil para que as obras comecem até o final do ano.

:: Da redação5 de agosto de 2013 15:32

Delcídio viabiliza água para comunidades quilombolas

:: Da redação5 de agosto de 2013

A rede de abastecimento de água vai chegar a cinco comunidades quilombolas de Mato Grosso do Sul: Boa Sorte, no município de Corguinho, São Miguel, em Maracaju, Família Quintino, em Pedro Gomes, Ourolândia, em Rio Negro e Ouro Branco, em Terrenos. A novidade foi anunciada pelo senador Delcídio do Amaral (PT-MS), um dos principais articuladores junto a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

“Essa conquista é fruto do trabalho da equipe do superintendente estadual, Pedro Teruel, e das gestões que fiz junto ao presidente Gilson Queiroz, em Brasília. A direção nacional da Funasa liberou R$ 1 milhão e 55 mil para que as obras comecem até o final do ano”, esclareceu o senador.

A chegada de água encanada às comunidades garantirá mais saúde aos quilombolas, que deixaram de usar poços artesianos. “A partir da conclusão dos serviços, essas famílias do meio rural, que há anos são abastecidas por poços perfurados no fundo do quintal, vão ter acesso a água tratada, de boa qualidade. Isso significa mais saúde e melhor qualidade de vida”, avaliou Delcídio.

De acordo com o superintendente da Funasa, o número de beneficiados chega a 188 famílias nos cinco municípios. “Estaremos atendendo quase 100% das comunidades quilombolas do estado”, afirmou Pedro Teruel. “Os recursos já estão na nossa conta. As licitações serão feitas agora em agosto e as obras devem ser concluídas no ano que vem”, completou.

PAC-Funasa

Nesta semana, Terual já deve enviar à direção nacional da Funasa os projetos pré-selecionados em Mato Grosso do Sul para receber recursos do Programa de Aceleração do Crescimento de Água e Esgoto, o PAC-FUNASA.

“Estamos finalizando a pré-análise aqui em Campo Grande mas a palavra final é da direção nacional, em Brasília, que decidirá em função do volume de recursos disponibilizados pelo governo. Recebemos este ano 78 projetos das prefeituras e do governo do estado e o objetivo é contemplar o maior número possível”, disse o superintendente.

Com assessoria de imprensa do senador
 

Leia mais:

Luiza Bairros pede esforço de municípios nas questões quilombolas

Paulo Paim: quilombolas terão direito à terra reconhecido

Leia também