Desconto no pedágio chega a 52% na licitação das BRs 060, 153 e 262

:: Da redação4 de dezembro de 2013 15:11

Desconto no pedágio chega a 52% na licitação das BRs 060, 153 e 262

:: Da redação4 de dezembro de 2013

De acordo com o edital de licitação, o grupo
vencedor deverá realizar obras de duplicação,
manutenção e melhorias nas rodovias 
(www.hojeemdia.com.br)

O governo da presidenta Dilma Rousseff pode comemorar mais um sucesso obtido, desta vez no terceiro leilão de rodovias do Programa de Investimentos em Logística (PIL), promovido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), realizado nesta quarta-feira (4), na Bolsa de Valores de São Paulo (BM&F Bovespa), em São Paulo. A Triunfo Participações e Investimentos S. A. venceu o leilão pela concessão por trinta anos de um trecho de 1.176,5 quilômetros que engloba três rodovias: BR-060, BR-153 e BR-262, ao oferecer um deságio (desconto) de 52% sobre o preço teto estabelecido no edital de R$ 0,0594 por quilômetro.

A empresa ofereceu R$ 0,02851 por quilômetro e esse valor corresponderá a uma tarifa de pedágio de R$ 2,851 para cada 100 quilômetros rodados. Esse resultado deve ser comemorado, inclusive, porque no prazo de concessão os investimentos previstos são de R$ 7,15 bilhões. Nas últimas semanas, o Governo realizou dois outros leilões de sucesso: dos aeroportos de Galeão e Confins e da BR-163.

De acordo com o edital de licitação, o grupo vencedor deverá realizar obras de duplicação, manutenção e melhorias em 630,20 quilômetros das BRs 060 e 153 – desde o entroncamento com a BR-251, no Distrito Federal, até a divisa dos estados de Minas Gerais e São Paulo -, e em 546,30 quilômetros da BR-262, entre o entroncamento com a BR-153 e o entroncamento com a BR-381, no estado de Minas Gerais. O trecho de Brasília (DF) até Betim (MG) passa por 47 municípios e haverá 11 praças de pedágio.

Na semana passada, a presidenta Dilma Rousseff comemorou em sua conta no twitter o resultado do leilão do trecho de 850 quilômetros da BR-163 no Mato Grosso. O preço-teto do pedágio era de R$ 5,50 por 100 km e a Odebrecht Transport, que venceu o leilão, ofereceu uma tarifa de R$ 2,638, equivalente ao deságio de 52%.

A Triunfo Participações S. A., a grande vencedora nesta quarta-feira, também esteve presente na disputa pela BR-163 na semana passada, mas ficou em segunda colocação. No leilão de hoje, a segunda colocada foi a Invepar, que ofereceu um deságio de 42,13% sobre o preço teto estabelecido pelo governo. Em terceiro ficou o Consórcio Via Capital, que ofereceu deságio de 41,19%. O quarto colocado foi a Consórcio Rodovias Federais, com deságio de 37,99% e o quinto na disputa foi a Companhia de Participações em Licitações, que ofereceu deságio de 21,41%.

Veja a lista dos municípios das BRs 060, 153 e 262

Distrito Federal

Brasília

Goiás

Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Goianápolis, Goiânia, Goiatuba, Hidrolândia, Itumbiara, Morrinhos, Panamá, Piracanjuba, Professor Jamil, Santo Antônio do Descoberto e Terezópolis de Goiás.

Minas Gerais

Araporã, Araújos, Araxá, Betim, Bom Despacho, Campo Florido, Campos Altos, Canápolis, Centralina, Comendador Gomes, Conceição das Alagoas, Conceição do Pará, Córrego Danta, Florestal, Fronteira, Frutal, Ibiá, Igaratinga, Juatuba, Luz, Mateus Leme, Moema, Monte Alegre de Minas, Nova Serrana, Pará de Minas, Perdizes, Prata, Sacramento, São Gonçalo do Pará, Uberaba e Veríssimo.

Marcello Antunes

Leia também:

Dilma comemora outro sucesso de leilão de concessão da BR 163

Leilão dos aeroportos de Galeão e Confins é sucesso absoluto do governo Dilma


Leia também