desafios para o brasil

Mujica mostra preocupação com situação “dramática” do Brasil

Senador Rogério Carvalho e ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica, conversaram acerca dos desafios enfrentados pelo Brasil diante da pandemia do novo Coronavírus e a presidência de Jair Bolsonaro
:: Rafael Noronha16 de maio de 2020 15:41

Mujica mostra preocupação com situação “dramática” do Brasil

:: Rafael Noronha16 de maio de 2020

O senador Rogério Carvalho (SE), líder do PT conversou neste sábado (16) com o ex-presidente do Uruguai, José Pepe Mujica, sobre os desafios da América Latina no enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus.

O ex-presidente do país vizinho explicou ao líder do PT no Senado que está preocupado com a situação do Brasil, principalmente dos mais pobres, no combate a um inimigo que é invisível. Essa é uma lição que precisamos aprender para o futuro.

“Esse é um inimigo que não podemos dominar, não temos resposta técnica. E a única ferramenta que temos, agora, é evitar o contato. O vírus é uma ameaça a vida e, indiretamente, a economia e a estabilidade das sociedades”, alertou.

Mujica ainda destacou o fato de os países que obtiveram, até o momento, no combate a Covid-19 serem aqueles que tratam a doença como uma séria ameaça desde o início.

“Temos que convencer a todo o nosso povo para que se cuide. E isso é difícil porque as pessoas precisam trabalhar. E fica a dúvida sobre como podemos trabalhar sem nos contaminarmos. Sentimos muito pelo Brasil pela sua enorme tensão política. O Brasil passa por um momento muito difícil”, lamentou.

O senador Rogério Carvalho explicou que Bolsonaro tem trabalho com a tese da imunidade adquirida pela exposição das pessoas ao vírus, ignorando as recomendações dos especialistas em saúde que orientam o isolamento social como medida mais eficaz.

“Bolsonaro quer abandonar todos os brasileiros à própria sorte para que desenvolvam uma imunidade natural. Em outras palavras, ele pratica a eugenia, a imunidade de rebanho. Enquanto o Congresso Nacional trabalha para que haja o isolamento, o presidente age para boicotar todas as medidas que permitem o isolamento social e fortalecer a instabilidade política com o objetivo de tomar o poder das instituições republicanas”, explicou o senador.

Além de todos os problemas oriundos da pandemia, Rogério Carvalho explicou que o Brasil precisa enfrenta um presidente que tem o desejo de concentrar todo o poder em suas mãos, além de enfraquecer a relação com os países vizinhos, tornando o Brasil um risco sanitário para todos os países do continente.

“A situação do Brasil é dramática. O primeiro problema do Brasil é político. Se não tivermos alguém que se comprometa com as medidas sanitárias, tome medidas ativas, passamos a ter dificuldades. Seguramente o Brasil vai pagar um preço muito grande com as medidas do presidente. A quantidade de mortos será parecida com um genocídio”, advertiu Mujica.

Papel de Lula e Impeachment de Bolsonaro
O senador ainda perguntou a Pepe Mujica qual a sua avaliação do atual momento político do Brasil e sua análise acerca da possibilidade de impeachment de Jair Bolsonaro.

Para Mujica, Bolsonaro é o maior aliado do processo de impeachment que possa vir a ocorrer em decorrência das decisões que vem tomando. “Se continuar por esse caminho, muitíssima gente, não só do PT, passará a defender o impeachment. Isso vai depender apenas das atitudes de Bolsonaro”, disse.

Leia também