#LulaLivre

Em São Borja, Lula homenageia legado da CLT deixado por Getúlio

Lula afirmou que escolheu visitar São Borja, no oeste do Rio Grande do Sul, porque os brasileiros começaram a deixar de ser escravos com a CLT
:: Da redação22 de março de 2018 10:31

Em São Borja, Lula homenageia legado da CLT deixado por Getúlio

:: Da redação22 de março de 2018

Uma multidão lotou a Praça 15 de novembro, em São Borja (RS), local onde fica o mausoléu do ex-presidente Getúlio Vargas, criador da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), nesta quarta-feira (21) durante ato de homenagem de Luiz Inácio Lula da Silva a seu predecessor nascido na cidade com Lula pelo Brasil.

Também participaram da homenagem a presidenta legítima Dilma Rousseff, o ex-ministro Miguel Rossetto, o ex-governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, e a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann. Ao final do ato, o ex-presidente visitou o mausoléu de Getúlio enquanto a militância cantava, em uma só voz, o hino nacional brasileiro.

Sob gritos de “ Lula é Unipampa”, homenagem feita por alunos da universidade criada em seu governo, o ex-presidente criticou as manifestações fascistas que tentam impedir a passagem da caravana pelo estado, defendeu o legado de Getúlio Vargas, João Goulart e Leonel Brizola, além de reiterar que não irá abaixar a cabeça para aqueles que o acusam.

Leia a matéria na íntegra.

Leia também