Entrada de dólares supera saída em US$ 10,7 bilhões

:: Da redação5 de junho de 2013 18:01

Entrada de dólares supera saída em US$ 10,7 bilhões

:: Da redação5 de junho de 2013

O saldo da entrada e saída de dólares do país, fluxo cambial, fechou maio positivo em US$ 10,755 bilhões, informou, nesta quarta-feira (5), o Banco Central (BC). É o maior saldo positivo desde julho de 2011 (US$ 15,825 bilhões). O fluxo comercial (operações relacionadas a exportações e importações) ficou positivo em US$ 14,098 bilhões, enquanto o financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações) fechou negativo em US$ 3,343 bilhões.

De janeiro a maio deste ano, o saldo do fluxo cambial ficou positivo em US$ 12,171 bilhões, contra US$ 22,625 bilhões de igual período do ano passado. Nos cinco meses do ano, o resultado também ficou positivo, em US$ 18,724 bilhões. Já o financeiro ficou negativo em US$ 6,553 bilhões.

Ontem (4), o Ministério da Fazenda anunciou a decisão de zerar o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para os estrangeiros que aplicam em renda fixa no Brasil. Desde outubro de 2010, a alíquota em vigor era 6%. A medida, publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União, estimula a entrada de recursos externos e, por consequência, pode ajudar a conter a alta do dólar.

O dólar vem subindo devido a indicações que o Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos Estados Unidos) reduzirá os estímulos monetários que têm impulsionado a economia norte-americana nos últimos anos. Com a diminuição do volume de dólares em circulação, a moeda torna-se mais cara, o que afeta as cotações em todo o mundo.

Informações da Agência Brasil

Leia mais:
Mantega: retirada do IOF é medida de longo prazo

Leia também