Lula Livre

Farsa do sítio de Atibaia: entenda perseguição a Lula

Condenado por um triplex que não lhe pertence, Lula foi preso para não ser eleito. Com medo, ultradireita usa nova farsa jurídica para viabilizar seu governo antipovo
:: Agência PT de Notícias6 de maio de 2019 15:05

Farsa do sítio de Atibaia: entenda perseguição a Lula

:: Agência PT de Notícias6 de maio de 2019

A operação Lava Jato se especializou em cometer abusos, utilizar argumentos que não seriam aceitos em nenhum outro caso e a levar o julgamento para o juiz que mais lhe agrade. É assim que condenaram Lula sem provas no caso do Triplex e a estratégia se repetiu com o sítio de Atibaia. Na ocasião das alegações finais, os procuradores da operação escreveram que haveria “farta prova documental”, mentira reproduzida inúmeras vezes pela imprensa. Diante do espetáculo midiático, se faz necessário relembrar, ponto a ponto, todos as arbitrariedades cometidas contra Lula.

Lula deveria ser inocentado por total falta de relação comprovada com os contratos da Petrobras, por falta de qualquer ação indevida comprovada. O ex-presidente deveria ser inocentado porque não existe nenhum depoimento ou prova que comprove desvio de recurso ou ato de  corrupção dele. A imprensa erra e mantém a perseguição a Lula ao repetir, em seus títulos, a falsa afirmação de que haveria “fartura de provas” contra ele. O que há é uma fartura de mentiras, ilegalidades e arbítrios nestes processos.

Entenda em 10  pontos como os procuradores, a juíza Gabriela Hardt – a magistrada copia e cola teleguiada porSérgio Moro, promoveram mais essa perseguição a Lula, no processo do sítio de Atibaia.

Confira os dez pontos da perseguição a Lula

Leia também