Foi uma honra participar do documentário de Spike Lee, diz Paim

:: Da redação30 de abril de 2012 14:43

Foi uma honra participar do documentário de Spike Lee, diz Paim

:: Da redação30 de abril de 2012

O senador Paulo Paim foi entrevistado pelo cineasta estadunidense Spike Lee que está produzindo o documentário “Go Brazil Go” sobre a ascensão do Brasil no cenário internacional. A presidenta Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os cantores Gilberto Gil e Chico Buarque também já foram entrevistados. 

“Foi uma honra ter sido escolhido por este mestre do cinema para participar de um filme sobre o nosso país. Conversamos por quase uma hora e pude perceber que, para além do grande profissional, existe o militante social. Um homem que consegue captar com as lentes de sua câmera os sentimentos que residem por trás das imagens”, comentou o senador.

Entre os temas que serviram de base para a entrevista estavam duas leis originárias de projetos do senador petista: o Estatuto do Idoso, sancionado em 2003 pela Presidência da República, e o Estatuto da Igualdade Racial, sancionado em 2010. “Essas leis vão ao encontro das necessidades do nosso País que, com toda certeza, vive um novo e melhor momento de sua história. Estamos resgatando dignidade e fazendo justiça com idosos, negros, brancos, indígenas, discriminados e injustiçados há longos anos”.

Spike Lee é conhecido pela abordagem crítica ao racismo presente em suas obras. Ele já foi candidato ao Oscar de melhor diretor por “Faça a Coisa Certa” (1989) e pelo documentário “4 Little Girls” (1997).

Assessoria de Imprensa do senador Paulo Paim

Leia também