Gleisi presta solidariedade aos atingidos pelas chuvas no Paraná

Senadora relatou situação delicada vivida pela população e relatou as ações do Poder Público para minimizar os efeitos da tragédiaA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) lamentou, nesta quarta-feira (2), em plenário, as tragédias provocadas pelas fortes chuvas que atingem a Região Sul do País. No estado do Paraná, já são 154 municípios atingidos, com quase 45 mil pessoas desalojadas e, aproximadamente seis mil desabrigados.

:: Da redação2 de julho de 2014 19:08

Gleisi presta solidariedade aos atingidos pelas chuvas no Paraná

:: Da redação2 de julho de 2014

“O Brasil todo assiste, com grande perplexidade e comoção, à força das chuvas que tem atingido a Região Sul do País nos meses de junho e julho. São inúmeras as tragédias provocadas em grande parte pelas enchentes e alagamentos, que acarretam perdas devidas, destruição de casas, pontes, ruas, estradas, um prejuízo inestimável para as populações dos municípios afetados”, disse. “Aproveito para me solidarizar com essas famílias que perderam seus entes queridos e também as que perderam os seus pertences”, emendou.

Por conta da situação delicada, o Governo do Paraná decretou situação de emergência em 148 municípios, sendo que em dois deles foi decretado também o Estado de Calamidade. Além disso, relatório da Defesa Civil do Paraná mostra que, ao todo, mais de 770 mil pessoas já foram atingidas pelas enchentes.

Há cerca de duas semanas, a presidenta Dilma Rousseff esteve no Paraná e visitou uma das regiões alagadas. Na ocasião, a população pôde tomar conhecimento das ações promovidas pelo Governo Federal, em parceria com o governo estadual e os municípios, em resposta as ocorrências.

Gleisi relatou que, de acordo com informações da presidenta, todas as ações de socorro somam, até o momento, cerca de R$ 4 milhões, entre recursos materiais, serviços e dinheiro. A Secretaria Nacional de Proteção da Defesa Civil e o Ministério da Integração Nacional repassaram R$ 2,5 milhões em recursos financeiros com o objetivo de adquirir 14 mil kits de alimentos, oito mil kits dormitório. Também houve repasse de R$ 1,5 milhão em recursos materiais, por meio de ações do Exército Brasileiro para a colocação de três pontes móveis, a utilização de helicópteros, kits dormitório que já estavam adquiridos e ações de socorro prestadas pelas Forças Armadas.

“Embora saibamos que é impossível reparar determinadas perdas em situações de tragédia como essa, é fundamental que o Poder Público trabalhe com agilidade e presteza para atenuá-las, procurando viabilizar a retomada da vida das pessoas atingidas. E o governo federal tem feito isso no Paraná, buscando atender com a maior brevidade possível as demandas mais urgentes da população afetada no nosso Estado”, enfatizou.

Leia também