Governo cria Observatório Participativo da Juventude

Por meio do novo endereço virtual, ainda em fase de testes (beta), será possível debater políticas e programas voltados ao público jovem.

:: Da redação19 de julho de 2013 15:46

Governo cria Observatório Participativo da Juventude

:: Da redação19 de julho de 2013

O Participatório terá uma dinâmica integrada
com as redes sociais e blogs

O Governo Federal tornou disponível, na última quarta-feira (17), o Observatório Participativo da Juventude, também chamado de Participatório, um novo canal de diálogo direto com a juventude. Os usuários poderão participar de debates e discutir políticas e programas voltados ao público jovem. A ação é da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e da Secretaria Geral da Presidência da República.

O portal terá uma dinâmica integrada com as redes sociais e blogs, possibilitando um contato direto com os jovens a partir dos diálogos que estão ocorrendo nesses outros espaços virtuais. Com a iniciativa, o Governo pretende promover e ampliar a capacidade de articular o conjunto de ferramentas que viabilizam e potencializam o diálogo com a sociedade civil, em especial, com a juventude brasileira.

O Participatório vem sendo elaborado pela SNJ desde 2012, como resposta às demandas da 2ª Conferência Nacional de Juventude por mais e melhores informações. O espaço virtual chega em fase de testes (beta), para que os usuários possam fazer sugestões e colaborar com o desenvolvimento da ferramenta, voltada à produção do conhecimento sobre a juventude e as políticas públicas com participação e mobilização social.

A plataforma foi estruturada em três eixos: o Núcleo de Estudos e Pesquisas, que vai reunir as publicações, acervo e articulação do conhecimento sobre a temática juvenil; o Núcleo de Comunicação e Mobilização, responsável pela divulgação de conteúdos nas redes sociais e pelas ações de mobilização presencial; e o Núcleo de Desenvolvimento Digital, responsável pelo desenvolvimento da plataforma virtual. O projeto contou com a parceria das Universidades Federais do Paraná (UFPR) e do Rio de Janeiro (UFRJ).

Com informações do Blog do Planalto e da Secretaria Nacional da Juventude

 

Clique aqui e acesse a página do Observatório 

Confira a apresentação aqui


Leia também