Reunião conturbada

Bancada do PT: Defesa dos trabalhadores e do Brasil

A bancada petista vai defender o respeito à proporcionalidade das forças políticas e respectivas bancadas nas estruturas da Casa
:: Rafael Noronha2 de fevereiro de 2019 20:29

Bancada do PT: Defesa dos trabalhadores e do Brasil

:: Rafael Noronha2 de fevereiro de 2019

O Senado elegeu neste sábado (2), numa sessão novamente tumultuada, o senador bolsonarista Davi Alcolumbre (DEM-AP) para coordenar a Câmara Alta do Congresso Nacional pelo biênio 2019-2020. Assim, ele também assume a função de presidir o Congresso Nacional pelo mesmo período.

Após a proclamação do resultado, o senador Humberto Costa (PE), líder do PT no Senado, afirmou que o PT vai trabalhar para garantir a independência do Poder Legislativo e a melhoria da imagem do Senado perante a sociedade.  A bancada petista vai defender o respeito à proporcionalidade das forças políticas e respectivas bancadas nas estruturas da Casa.  A nova bancada do PT no Senado reafirmará a luta em defesa dos interesses dos trabalhadores, dos direitos sociais e da soberania nacional.

“No que diz respeito aos temas ligados a independência do Poder Legislativo e a preocupação com as prerrogativas do Senado e dos parlamentares, [o presidente] poderá contar com nossa bancada. Esperamos que, de fato, possamos avançar na melhoria da imagem do Senado e no cumprimento da nossa responsabilidade”, disse o senador.

Na madrugada deste sábado, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, determinou que a eleição para presidente do Senado fosse realizada de forma secreta, como determina o Regimento Interno. A decisão também anulou a votação conduzida por Alcolumbre que definiu votação aberta para a eleição, na reunião realizada ontem (1º). Em meio à segunda votação, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) renunciou a disputa.

 

 

Leia também