Defesa da educação

Jean Paul quer recomposição do orçamento do ensino superior

No Projeto de Lei, enviado ao Congresso Nacional (PLOA) 2021, as universidades sofreram, novamente, redução orçamentária, dessa vez, na casa de 18,2%, equivalente a R$ 1.056 bilhões em relação aos valores do Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2020
:: Assessoria do senador Jean Paul Prates22 de março de 2021 10:07

Jean Paul quer recomposição do orçamento do ensino superior

:: Assessoria do senador Jean Paul Prates22 de março de 2021

O líder da minoria, senador Jean Paul Prates (PT-RN), defendeu a recomposição do orçamento das universidades federais. As instituições tem sofrido reduções nominais nas suas verbas nos últimos anos. Em 2020, houve uma queda de 8,64% no valor anual em relação a 2019, passando de R$ 6,06 bilhões, em 2019, para R$ 5,54 Bi bilhões, em 2020.

No Projeto de Lei, enviado ao Congresso Nacional (PLOA) 2021, as universidades sofreram, novamente, redução orçamentária, dessa vez, na casa de 18,2%, equivalente a R$ 1.056 bilhões em relação aos valores do Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2020.

O relator setorial de Educação do orçamento de 2021 cortou ainda mais o orçamento das universidades, levando a uma redução de mais R$ 121.817.870, que somado ao corte de R$ 1.056 bilhões, totaliza R$ 1.178 bilhões.

“O cenário é preocupante e agravado pela pandemia é ainda pior. Tirar orçamento das universidades e dos institutos federais é extremamente grave. Estamos trabalhando para recompor o orçamento das instituições ainda em 2021” , afirma o líder.

Segundo a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES), estas reduções impactam diretamente na assistência estudantil e na manutenção e funcionamento das atividades essenciais de 69 universidades federais, com mais de 320 campus em todos os estados brasileiros.

“O acúmulo de perdas traz um grande prejuízo às instituições, com graves consequências para a educação e formação de nossa juventude”, afirma o reitor José Daniel Diniz Melo (UFRN).

Confira a íntegra da matéria

 

Leia também