Jorge Viana desafia oposição com empregos criados nos últimos anos

:: Da redação30 de abril de 2014 20:12

Jorge Viana desafia oposição com empregos criados nos últimos anos

:: Da redação30 de abril de 2014

Na véspera do 1º de Maio, senador do PT do Acre mostra que, enquanto oposição investe na desmoralização, governos do PT geram trabalho e renda

Viana: “Foram criados 20 milhões de empregos
com carteira assinada durante os governos
petistas”

“Alguns que torcem pela desmoralização do Brasil, erram em suas previsões”. Assim o senador Jorge Viana (PT-AC) resumiu as conquistas dos governos petistas quando o tema é trabalho. Na véspera da data em que se comemora do Dia do Trabalhador – 1º de maio – Viana atestou que poucos governos têm dados tão positivos a apresentar.

“Enquanto em 2013 o mundo contabilizava  200 milhões de desempregados, o Brasil da presidenta Dilma Rousseff, encerrou o ano com a criação de 5 milhões de novos empregos”, alfinetou.

“Por que será que na véspera do Dia do Trabalho o tema emprego não é assunto nos jornais brasileiros? Eu acho que é assunto, sim, ter um País que está gerando emprego enquanto o mundo está contando desempregados”, alfinetou. E emendou: “a melhor política social é o trabalho”.

O senador apresentou números para comparar a realidade brasileira com a do restante do mundo. “A Espanha tem 26% de desempregados; a África do Sul, 25%; Portugal, 17%; Itália, 12%; a média da Zona do Euro também é de 12% e o Brasil não passa de 5% – índice considerado pleno emprego”, detalhou, destacando que, depois que o PT passou a ocupar a Presidência da República, foram criados 20 milhões de empregos com carteira assinada.

“Gostaria de fazer um apelo aos analistas econômicos para que, amanhã, abordem o assunto em suas colunas. Aí, então, veremos, pela primeira vez, elogios a Lula e Dilma pela criação de 20 milhões de empregos com carteira assinada”, cutucou o senador, lembrando que , enquanto a mídia e a oposição se ocupam em comparar os governos petistas e tucano, “como se o Brasil estivesse  agora no fundo do poço, a contradição é que o País estava muito pior antes dos mesmos governos petistas”.

Munidos de dados, Viana disse que, em oito anos, o PSDB criou pouco mais de cinco milhões de empregos, enquanto que, só nos três anos e quatro meses de governo Dilma, mais de 4 milhões de empregos foram criados. “Os mesmos que nos criticam, nos diminuem e tentam nos colocar no corner não falam nisso”, reclamou.

O senador Aníbal Diniz (PT-AC) aparteou Viana, apelando aos jornais para que, na edição deste primeiro de maio, dediquem ao pronunciamento e aos dados apresentados “o mesmo espaço que têm dado a quem tenta passar a ideia de que o Brasil está à beira do abismo e apostam em uma briga política entre Lula e Dilma”, disse.

Jorge Viana encerrou seu pronunciamento cumprimentando “a todos que dedicam a vida ao trabalho”.

Giselle Chassot

Leia mais:

Comemorações de 1º de Maio: CUT divulga atividades nos estados

Tempestade em copo d’água – Por Cláudio Puty

Impune, mídia hegemônica deturpa novamente declarações de Lula

Lula recebe seu 27º titulo de doutor honoris causa

IBGE aponta: desemprego continua caindo


Leia também