Contra golpe

Mesmo com perseguição, Lula é líder em pesquisa

De acordo com o instituto, Lula lidera com ampla vantagem a intenção de voto, tendo entre 34% e 37% dos votos no primeiro turno. Lula também ganha em todos cenários de segundo turno
:: Rafael Noronha31 de janeiro de 2018 16:28

Mesmo com perseguição, Lula é líder em pesquisa

:: Rafael Noronha31 de janeiro de 2018

Na primeira pesquisa de intenção de votos após acórdão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região sobre Lula, o DataFolha aponta, nesta quarta-feira (31), o ex-presidente na dianteira em todos os cenários analisados para a disputa presidencial deste ano.

De acordo com o instituto, Lula lidera a intenção de voto estimulado, tendo entre 34% e 37% dos votos no primeiro turno, e ganhando de todos os adversários por ampla margem no segundo turno.

Os números mostram a força do legado dos governos do PT frente à perseguição política e a injusta condenação do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) proferido no último dia 24 de janeiro.

Para o segundo turno, os números apresentados nas situações sugeridas foram: contra Alckmin, em que Lula venceria por 59% a 30%. Contra Marina, 47% a 32% e contra Bolsonaro, 49% a 32%.

Na intenção de voto espontânea – quando os nomes não são apresentados ao entrevistado – Lula permanece a frente dos demais, citado por 17% dos entrevistados. Em segundo aparece Bolsonaro (10%), um ponto percentual a menos do que o último levantamento realizado em novembro de 2017. Ciro Gomes aparece com 2%. Álvaro Dias e Geraldo Alckmin empatam com 1%.

“Como demonstram todas as pesquisas feitas depois do golpe do impeachment, a opção por Lula cresce na medida em que o governo ilegítimo tenta desconstruir o legado de desenvolvimento com inclusão social dos governos do PT; na medida em que os golpistas retiram direitos, entregam nossa soberania e aprofundam a crise social”, diz nota assinada pela Executiva Nacional do PT.

Indicado por Lula também lidera contra adversários
A pesquisa também demonstra reconhecimento popular da integridade do projeto político do PT para o País, que se sustenta a despeito dos ataques que o partido vem sofrendo e das injustiças contra Lula.

Um candidato indicado pelo ex-presidente também lidera contra todos. Votariam com certeza em um candidato indicado por Lula 27%, enquanto Bolsonaro, segundo colocado, tem 18% das intenções de voto.

“Para desespero da direita e da elite econômica, Lula continua em primeiro lugar em todos os cenários. Isso demonstra que a população tem ampla consciência de que existe um processo de perseguição política contra Lula e que a população não acredita no teor das acusações que são firmadas contra Lula”, disse o líder da Oposição, Humberto Costa (PT-PE).

Crise democrática
Para o diretor do instituto Datafolha, Mauro Paulino, a inelegibilidade de Lula “aprofundaria a crise democrática” instalada no Brasil desde o golpe parlamentar, em 2016.

De acordo com o levantamento, 32% dos eleitores revelam intenção de votar em branco ou nulo caso o ex-presidente seja proibido de disputar, taxa recorde entre as sondagens já realizadas pelo Datafolha.

Com informações da Agência PT

Leia também