Plenário

Paim critica postura do governo em relação ao meio ambiente

O governo Bolsonaro deseja fazer mudanças na legislação para beneficiar grupos econômicos, madeireiros e garimpeiros, denuncia Paulo Paim
:: Agência Senado10 de junho de 2020 09:25

Paim critica postura do governo em relação ao meio ambiente

:: Agência Senado10 de junho de 2020

Em pronunciamento nessa terça-feira (9), o senador Paulo Paim (PT-RS) criticou a postura do governo federal em relação ao meio ambiente. Segundo ele, o Executivo deseja fazer mudanças na legislação para beneficiar grupos econômicos, madeireiros e garimpeiros.

“Estamos assistindo toda uma desconstrução da política ambiental. O país não suporta esse cenário de ataque a suas florestas e seus mananciais. Está aí o desrespeito às comunidades tradicionais, sejam índios, ciganos, negros, quilombolas. Somente no ano de 2019 foram identificadas 26 violações nesta área. Entre elas, destacamos o desmonte do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade”, apontou o senador.

Entre outras violações, Paim citou a redução das multas por crime ambiental. O senador afirmou ainda que o país renunciou ao Fundo Amazônia e paralisou vários projetos de combate ao desmatamento, à conservação, à produção e à geração de emprego e renda.

De acordo com o senador, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontou um aumento de 83% nas queimadas entre 2018 e 2019. Segundo ele, os desmatamentos no país equivalem hoje ao tamanho de cidades como Porto Alegre e Maceió.

Leia também