Paim defende melhorias nos benefícios dos aposentados

Senador lamentou queda do Brasil em ranking que mensura qualidade de vida dos aposentadosO senador Paulo Paim (PT-RS) alertou, nesta segunda-feira (14), em plenário, que o Brasil está numa situação ruim em relação aos benefícios de aposentados e pensionistas. O petista destacou dados do Índice Global de Aposentadoria, que coloca o Brasil em 61º lugar, dentre 150 melhores países para se aposentar.

:: Da redação14 de julho de 2014 19:17

Paim defende melhorias nos benefícios dos aposentados

:: Da redação14 de julho de 2014

Em seu pronunciamento, o senador explicou que a pesquisa levou em consideração quatro itens: ter boa saúde e acesso a serviços de saúde; ter vida confortável; ter acesso a investimentos de qualidade e viver em ambiente limpo e seguro.

Na opinião do senador, os planos de saúde são um dos fatores que prejudicam a qualidade de vida dos aposentados e pensionistas no Brasil, porque são caros demais e deixam muito a desejar. Além disso, o reajuste das aposentadorias é apontado por Paim como outro ponto problemático.

“Outro fator determinante para a queda brasileira nesse ranking são os baixos reajustes das aposentadorias acima de um salário mínimo, que têm índice de indexação baseado somente no INPC, ou seja, sem o crescimento real que em tese acompanharia o reajuste do salário mínimo”, alertou. “É preciso que essa questão seja revista”, emendou o senador em nova crítica ao fator previdenciário, que, segundo ele, tem achatado o valor das aposentadorias.

Paim lembrou que o Senado já aprovou o Projeto de Lei do Senado (PLS 58/2003), de sua autoria. Na Câmara, o texto que tramita como Projeto de Lei 4.434/2008 e prevê a recomposição dos benefícios dos aposentados aguarda apreciação do plenário.

Leia também