Pimentel preside comissão de obras de preparação para a seca

O colegiado vai propor políticas de enfrentamento da estiagem.

:: Assessoria do senador José Pimentel2 de outubro de 2013 19:50

Pimentel preside comissão de obras de preparação para a seca

:: Assessoria do senador José Pimentel2 de outubro de 2013

“Temos um conjunto de adutoras, de canais
sendo construídos, mas o custo da energia
ainda é muito alto”

O senador José Pimentel (PT/CE) assumiu nesta quarta-feira (2/10) a presidência da Subcomissão Permanente sobre Obras de Preparação para a Seca. O colegiado tem o objetivo de propor políticas e estabelecer as condições necessárias para a execução de obras que permitam o desenvolvimento econômico do Nordeste, superando os efeitos da seca que atinge a região.

Pimentel afirmou que a subcomissão terá papel fundamental no enfrentamento da estiagem e apontou questões prioritárias que deverão ser acompanhadas. O senador destacou as obras de enfrentamento da seca e afirmou que parte delas deixa a desejar, por conta da lentidão em sua execução, por não serem concluídas e por sua baixa produtividade.

Os perímetros irrigados foram apontados por Pimentel como exemplo concreto desse problema. “Na área do DNOCS temos mais de 300 mil hectares de terra já desapropriados, canais feitos e hoje subutilizados. Poderíamos ter ali uma ação dirigida para recuperação desses perímetros, devolvendo a sua produtividade”, afirmou.

O senador destacou ainda a necessidade de um acompanhamento contínuo das leis criadas para amenizar os efeitos da seca. Pimentel citou como exemplo a Medida Provisória 618, já aprovada pelo Congresso Nacional e que aguarda sanção da presidenta da República. “A MP 618 trouxe uma série de avanços, mas ainda falta a sua regulamentação para garantir que os agricultores do Semiárido nordestino renegociem suas dívidas em melhores condições” ponderou.  

Outra questão gravíssima, segundo Pimentel, é o custo da energia para os perímetros irrigados. “Temos um conjunto de adutoras, de canais sendo construídos, mas o custo da energia ainda é muito alto”, disse.

A nova subcomissão terá como vice-presidente o senador Eduardo Amorim (PSC/SE), indicado por Pimentel e aprovado por aclamação. O relator será indicado na próxima quinta-feira (10/10), quando ocorrerá a primeira reunião do colegiado que discutirá e aprovará o plano de trabalho.

Foto: Victor Soares

Assessoria de Imprensa do senador José Pimentel

Leia também