Pimentel: relatório preliminar da LDO pode ser votado terça

“Vamos fazer um esforço para conseguir o quórum necessário para a votação”

:: Da redação11 de julho de 2013 21:57

Pimentel: relatório preliminar da LDO pode ser votado terça

:: Da redação11 de julho de 2013

“Como a Câmara não foi capaz de compreender
a importância da LDO, chegamos a esta situação,
lembrando que apenas um partido se dizia ‘em greve’”

O líder do governo no Congresso Nacional, senador José Pimentel (PT-CE), afirmou em plenário no começo desta noite que espera votar o relatório preliminar da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) na próxima terça-feira (16). “Vamos fazer um esforço para conseguir o quórum necessário para a votação do relatório preliminar”, afirmou.

Pimentel prestou solidariedade ao presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO), Lobão Filho (PMDB-MA) que, ao longo das últimas semanas, chegou a convocar até três reuniões diárias na tentativa de votar o relatório preliminar. Como não haverá prazo para votar o relatório final, como manda a Constituição – a data limite é 17 de julho – o recesso parlamentar de 18 a 31 de agosto não vai acontecer.

“Como a Câmara dos Deputados não foi capaz de compreender a importância de votar a LDO, chegamos a esta situação, lembrando que apenas um partido se dizia ‘em greve’ para não promover qualquer votação”, afirmou.

O senador Lobão Filho comunicou ao presidente do Senado que não haverá recesso, onde os líderes do movimento de obstrução na Câmara alegavam temas sem relação com a LDO para não votar. “Registro que o Senado deu total apoio ao encaminhamento da LDO, mas a Câmara colocou na discussão temas como a sistemática de vetos presidenciais e também questões sobre o orçamento impositivo”, disse.

Marcello Antunes

Leia mais:

Pimentel cobra votação da LDO e reclama de “grevistas”

Leia também