Plano Safra da Agricultura Familiar 2013/2014 terá R$ 39 bilhões

:: Da redação6 de junho de 2013 15:58

Plano Safra da Agricultura Familiar 2013/2014 terá R$ 39 bilhões

:: Da redação6 de junho de 2013

 

Em dez anos, Plano Safra já beneficiou 2,5
milhões de famílias

Mais R$ 39 milhões serão investidos no Plano Safra da Agricultura Familiar 2013/2014. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (6) pela presidenta Dilma Rousseff. O Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), principal fonte de crédito de custeio e investimento dos pequenos produtores, terá o investimento de R$ 21 bilhões, uma expansão de mais de 400% desde 2003.

O lançamento para a safra 2013/2014 marca os dez anos do Plano para a agricultura familiar. Nesse período, a renda da agricultura familiar cresceu 52%, o que permitiu que mais de 3,7 milhões de pessoas ingressassem na classe média. O segmento é responsável por 84% dos estabelecimentos rurais do País; 33% do Produto Interno Bruto (PIB) Agropecuário e por empregar 74% da mão de obra no campo.

Dez anos
Em dez anos de Plano Safra da Agricultura Familiar, 2,5 milhões de agricultores familiares movimentaram R$ 97 bilhões. O investimento atual do Governo Federal, de R$ 22,3 bilhões para a safra 2012/2013, é 430% maior do que o destinado no primeiro plano, para a safra 2002/2003

Além de assistência técnica e uma política de compras governamentais da produção, o crédito facilitado permitiu a expansão da capacidade produtiva, a melhoria nas condições de trabalho e a redução da miséria no campo, segundo o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). “É por isso que o segmento é responsável pela maior parte dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros”, avalia o secretário de Agricultura Familiar (SAF/MDA), Valter Bianchini.

Segurança
Assim como o Plano Safra, o Garantia-Safra completa uma década. De 2002 a 2012, o seguro do MDA realizou mais de 2,9 milhões de pagamentos a agricultores familiares do Semiárido. Instituído para garantir renda mínima às famílias com perdas devido à falta ou excesso de chuva, o seguro já pagou R$ 2,6 bilhões.

O Seguro da Agricultura Familiar (Seaf) surgiu dois anos depois e, nesses oito anos, investiu R$ 2,7 bilhões. Foram realizados cerca de 4,5 milhões de contratos, que beneficiaram mais de 500 mil agricultores. Na safra 2012/2013, Garantia-Safra e Seaf somados disponibilizaram quase R$ 900 milhões.

O Plano Safra da Agricultura Familiar foi instituído em 2003. Desde então, todos os anos, o MDA lança o Plano Safra da Agricultura Familiar, com vigência de julho a junho do ano seguinte. O mês de divulgação é estrategicamente escolhido para se adequar ao início do calendário da safra agrícola brasileira.

Desde 2003, o plano reúne um conjunto de políticas públicas que abrangem os serviços de assistência técnica e extensão rural, o crédito, a cobertura de renda no seguro, a garantia de preços, a comercialização e a organização econômica das famílias residentes no campo.

Volume de crédito do Pronaf cresce 300%
O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) é o carro-chefe das políticas públicas relacionadas à agricultura. No primeiro ano do Plano Safra, recebeu aporte de R$ 4,2 bilhões. A safra atual (2012/2013) teve R$ 18 bilhões disponíveis, para as linhas de custeio, investimento e comercialização. O avanço foi de mais de 300%.

Já a compra de alimentos pelo governo federal movimentou R$ 4,5 bilhões e apoiou cerca de 160 mil famílias durante os dez anos de Plano Safra. O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma das políticas públicas centrais no fomento à agricultura familiar e recebeu R$ 1,2 bilhão na safra atual (2012-2013) – 630% mais do que os R$ 164,6 milhões de 2003.

Com informações do Blog do Planalto, do MDA e das agências de notícias

 

Leia mais:
Dilma anuncia R$ 136 bilhões para safra 2013/14

Dilma anuncia plano safra específico para o Semiárido

 

Agropecuária foi o destaque do setor produtivo no primeiro trimestre

Leia também