Projeto facilita aposentadoria de dona de casa

Donas de casa poderão se aposentar sem a necessidade de contribuir por 15 anos para a Previdência Social. É o que prevê proposta da senadora Ângela Portela.

:: Da redação8 de novembro de 2011 18:54

Projeto facilita aposentadoria de dona de casa

:: Da redação8 de novembro de 2011

As donas de casa poderão se aposentar sem a necessidade de contribuir por 15 anos para a Previdência Social. É o que prevê uma proposta que será votada nesta quarta-feira (9) pela CCJ (Comissão de Constituição de Justiça) do Senado.

Desde 2005 o Brasil reconhece a aposentadoria da dona de casa, que pela lei, deve contribuir por 15 anos para garantir o benefício de um salário mínimo mensal. Em 2011, a contribuição mensal necessária foi fixada em 5% do salário mínimo.

As conquistas foram comemoradas pela bancada feminina, mas para a senadora Ângela Portela (PT-RR) ainda são insuficientes. Ela quer acabar com o prazo de 15 anos de contribuição:

“Nós queremos o reconhecimento do trabalho da dona de casa, e para isso há várias propostas na Câmara e no Senado. Mas nós esperamos a compreensão dos senadores para que efetivamente essas mulheres possam ser amparadas pela seguridade social”, disse.

Para a senadora, o prazo de 15 anos inviabiliza o benefício para as famílias de baixa renda. Por isso, a proposta de emenda constitucional que está para ser votada substitui o prazo de carência, no caso dessas famílias, por um período de transição a ser fixado em lei.

“Nós articulamos com alguns senadores da Comissão de Constituição e Justiça, inclusive o presidente da Comissão, o senador Eunício Oliveira, e a receptividade foi muito boa. Nós sabemos que a Previdência por momento de dificuldade, mas mesmo com isso nós acreditamos que é possível que seja aprovada, sim”, disse.

A relatora, senadora Ana Rita (PT-ES) deu parecer favorável à proposta. A reunião da comissão de constituição e justiça está marcada para as 10h desta quarta-feira.

Com informações da Rádio Senado

Leia também