Recurso extra aos municípios estará disponível dia 13 deste mês

Presidenta Dilma assinou a liberação de verba que irá ajudar as prefeituras na execução do Mais Médicos.

:: Da redação10 de setembro de 2013 23:15

Recurso extra aos municípios estará disponível dia 13 deste mês

:: Da redação10 de setembro de 2013

A presidenta Dilma Rousseff anunciou hoje a liberação da primeira parcela da ajuda financeira de R$ 3 bilhões do Governo Federal para os municípios, que estará disponível até a próxima sexta-feira (13). Segundo Dilma, esses recursos vão ajudar os prefeitos até na execução do Programa Mais Médicos, em que o Governo Federal paga as bolsas de R$ 10 mil para os profissionais, e as cidades se responsabilizam com a ajuda de custo (moradia e alimentação).

“É um recurso importante, que vai dar fôlego aos municípios, enquanto vamos aguardando a liberação de novas receitas”, afirmou líder do PT no Senado e do Bloco de Apoio ao Governo, senador Wellington Dias (PI). O fato foi comemorado por prefeitos piauienses recebidos no início da noite desta terça-feira (10) pelo líder petista. 

Wellington recebe prefeitos piauienses, que
participaram de mais uma etapa do programa
Água Para Todos

Os prefeitos piauienses, coordenados pelo presidente da Associação dos Prefeitos do Piauí, Arinaldo Leal, participaram nesta terça da assinatura dos termos de compromisso do programa Água para Todos. Mais de 41 mil famílias em 336 municípios do Semiárido Nordestino passam a ser beneficiadas pelo Água para Todos, uma iniciativa que faz parte do Plano Brasil sem Miséria e visa universalizar o acesso e uso de água para populações carentes.

“Queremos uma garantia de água permanente, constante e sustentável. (…) Mais uma vez, damos um passo para enfrentar essa questão de transformar a economia do Nordeste numa economia sustentável, capaz de conviver com a seca e garantir para essa região um processo de desenvolvimento contínuo”, destacou a presidenta Dilma.

Serão investidos R$ 135 milhões em 1.042 sistemas simplificados de abastecimento de água, como cisternas, kits de irrigação e pequenas barragens pluviais. Os estados beneficiados são Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Cada sistema custa em média R$ 130 mil. A previsão é que o projeto seja concluído no prazo de seis meses.

No Piauí, 50 municípios serão beneficiados com 150 sistemas simplificados, beneficiando cerca de 6 mil famílias e totalizando R$ 19,5 milhões em investimentos. Os investimentos foram repassados pelo ministério aos seguintes órgãos: Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Paranaíba (Codevasf) – que atenderá às prefeituras de Alagoas, Bahia, Minas Gerais e Pernambuco; ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) – que será o responsável pelos municípios da Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte e Sergipe; e à Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) – que executará o projeto nos estados da Paraíba, Pernambuco e Piauí.

Água para Todos – Além dos sistemas de abastecimento, o Água para Todos oferece outras tecnologias de instalação simples, como cisternas, pequenas barragens e kits de irrigação. Ao todo, o programa irá investir cerca de R$ 5 bilhões para universalizar o acesso à água para populações residentes em comunidades rurais.

Criado em 2011, o programa já entregou mais de 370 mil cisternas no Semiárido. A meta é instalar 750 mil até 2014. Também estão sendo implantados kits de irrigação, sistemas de abastecimento de água e barreiros. No Piauí, foram entregues 15.774 cisternas e a meta é chegar a 55.475.

Leia também