descaso com a educação

Rogério Carvalho critica demissão em massa de professores

Na avaliação do líder da bancada do PT no Senado, medida é injustificável diante da redução de gastos das instituições por conta da suspensão das aulas presenciais e adoção de videoaulas
:: Da redação30 de junho de 2020 13:31

Rogério Carvalho critica demissão em massa de professores

:: Da redação30 de junho de 2020

O senador Rogério Carvalho (SE), líder do PT, criticou a decisão do Centro Universitário do DF (UDF) que anunciou, ontem (29), a demissão de aproximadamente 50 docentes e funcionários.

Na avaliação do senador, que tem projeto para redução de valores de mensalidades durante a pandemia (PL 1.163/2020), a postura da escola não se justifica, já que as instituições de ensino tiveram redução de gastos  com a proibição de aulas presenciais e a adoção de videoaulas.

Para o senador, as demissões mostram o descaso com a situação dos trabalhadores da educação.

“Diante da pandemia do Coronavírus, houve a suspensão das atividades das instituições escolares por todo o País. Ao mesmo tempo, as famílias estão perdendo suas fontes de renda em função das corretas medidas de isolamento social. É justo que as instituições reduzam o valor das mensalidades até porque diminuíram custos como o de luz e água”, destaca o senador.

No caso da UDF, as demissões ocorreram mesmo após um reajuste de 9,5% no valor das mensalidades.

O PL 1.163 prevê a redução de 30% (trinta por cento) no valor das mensalidades das instituições de ensino fundamental, médio e superior da rede privada cujo funcionamento esteja suspenso em razão da pandemia.

Confira a íntegra da proposta do senador

Leia também