apagão de dados

Senadores criticam tentativa de esconder números da Covid-19

Bolsonaro tentou esconder números de contaminados e mortos pelo novo Coronavírus no Brasil
:: Rafael Noronha9 de junho de 2020 12:49

Senadores criticam tentativa de esconder números da Covid-19

:: Rafael Noronha9 de junho de 2020

Senadores e organizações da sociedade civil reagiram com indignação a tentativa de Bolsonaro em esconder os dados relativos à pandemia da Covid-19 no Brasil. O Ministério da Saúde retirou, do site oficial sobre a pandemia do novo Coronavírus, os dados acumulados sobre o número de infectados e mortos pela Covid-19. Desde a tarde do último sábado (6), o portal exibe apenas os resultados das últimas 24 horas.

O líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE), afirmou que Bolsonaro errou, e insiste no erro, ao fazer pouco caso do combate à pandemia, abandonando os brasileiros à sua própria sorte.

“Quando tinham 100 mortes, Bolsonaro disse que a Covid-19 não passava de uma gripezinha. Quando completaram 10 mil mortes, ele questionou: E daí? Com 20 mil mortes, Bolsonaro jogou a culpa em prefeitos e governadores. Agora, com 35 mil mortes, Bolsonaro tenta esconder os dados de uma catástrofe anunciada por todos os especialistas em saúde pública. O presidente errou ao negligenciar e fazer pouco caso do combate à pandemia”, criticou.

Na noite de ontem (8), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, concedeu liminar a partidos oposicionistas obrigando o Ministério da Saúde a restabelecer o formato de divulgação integral dos dados da pandemia do novo coronavírus.

Além disso, o senador Rogério Carvalho informou que solicitará à Comissão Mista de Acompanhamento ao Coronavírus do Congresso Nacional que faça a contagem paralela dos dados.

“O Brasil está a quase um mês sem ministro da Saúde e, agora, toma a decisão bizarra de alterar os critérios de divulgação de pessoas infectadas e mortas pelo Coronavírus. Bolsonaro quer confundir o povo com essas informações conflitantes. Essa atitude compromete a imagem do Brasil perante o mundo e faz com que o povo perca ainda mais a credibilidade nas instituições”, alertou o senador Humberto Costa (PT-PE).

Diversas organizações da sociedade civil se manifestaram contra a tentativa do governo de esconder os dados relativos à pandemia. O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação disse que a “irresponsabilidade de Bolsonaro para lidar com a pandemia de Covid-19 teve mais um ponto alto quando censurou o painel do Ministério da Saúde que centraliza as informações sobre a doença”.

A Academia Brasileira de Ciência (ABC) e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) afirmaram, em nota, que a “subtração e a manipulação de dados não mudam a realidade e não aliviam o peso de milhares de mortes sobre aqueles que preferirem a ficção à ação, abdicando de seu dever de proteger a saúde da população”.

Já a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) também, em nota, apontou que “um cenário de desinformação contribui para que a população se sinta abandonada à sua própria sorte”.

Leia também