insensibilidade

Senadores criticam veto a auxílio para profissionais de saúde

Proposta previa pagamento de indenização de R$ 50 mil aos familiares de profissionais de saúde que atuaram no combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus e morreram em decorrência da Covid-19
:: Rafael Noronha4 de agosto de 2020 14:29

Senadores criticam veto a auxílio para profissionais de saúde

:: Rafael Noronha4 de agosto de 2020

Jair Bolsonaro vetou integralmente projeto de lei de autoria dos deputados Reginaldo Lopes (PT-MG) e Fernanda Melchionna (Psol-RS), aprovado pelo Congresso Nacional, que previa pagamento de indenização de R$ 50 mil aos familiares de profissionais de saúde que atuaram no combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus e morreram em decorrência da Covid-19.

A proposta também concedia o benefício para os profissionais que ficarem permanentemente incapacitados após a infecção. “Este governo não é apenas irresponsável. Ele também é agressor do povo brasileiro. Bolsonaro é desumano, debocha das mortes e tripudia da dor de milhares de famílias”, criticou o senador Rogério Carvalho (SE), líder do PT.

A indenização seria paga pelos cofres públicos federais a profissionais como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, agentes comunitários, técnicos de laboratório e outros que atuam na área.

A mensagem de veto foi publicada nesta terça-feira (4) no Diário Oficial da União.

“O governo da destruição só tem olhos para os bancos. O povo foi deixado de lado. Bolsonaro é uma tragédia. Bolsonaro não tem responsabilidade com a vida”, destacou o senador Humberto Costa (PT-PE).

O veto ainda será analisado pelos deputados e senadores, em sessão conjunta a ser marcada. Os parlamentares poderão manter a decisão presidencial ou derrubá-la, tornando o projeto uma lei.

Bolsonaro também decidiu vetar o dispositivo que dispensava o trabalhador de apresentar atestado médico, por conta da Covid-19, nos primeiros sete dias de afastamento do serviço.

Com informações da Agência Câmara

 

Leia mais:

Aprovada indenização a dependentes de profissionais saúde

Leia também