Próximo dia 26

STF pode julgar pedido de liberdade de Lula

Se a condenação for suspensa, ex-presidente poderá deixar a prisão. Defesa argumenta que Lula é pré-candidato e teve seus direitos políticos cerceados
:: Agência PT de Notícias18 de junho de 2018 10:01

STF pode julgar pedido de liberdade de Lula

:: Agência PT de Notícias18 de junho de 2018

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin liberou para julgamento recurso protocolado pela defesa  do ex-presidente Lula para suspender sua condenação. O caso deve ser julgado pela Segunda Turma da Corte no dia 26 de junho, conforme sugestão do ministro. Se a condenação for suspensa como foi pedido pelos advogados, o ex-presidente poderá deixar a prisão e também se candidatar às eleições.

Na petição enviada ao Supremo, a defesa do ex-presidente alega que há urgência na suspensão da condenação, porque Lula é pré-candidato à Presidência e tem seus direitos políticos cerceados ante a execução da condenação, que não é definitiva. “Além de ver sua liberdade tolhida indevidamente, corre sério risco de ter, da mesma forma, seus direitos políticos cerceados, o que, em vista do processo eleitoral em curso, mostra-se gravíssimo e irreversível”, argumentou a defesa.

Confira a íntegra da matéria

 

Leia também