Suplicy comemora canonização do Padre Anchieta

:: Da redação7 de abril de 2014 20:21

Suplicy comemora canonização do Padre Anchieta

:: Da redação7 de abril de 2014

Senador também homenageou o ator José Wilker, falecido neste sábado

Suplicy destacou as contribuições de
Wilker e Anchieta à cultura brasileira 

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) aproveitou seu discurso em plenário, na tarde desta segunda-feira (07), para homenagear duas figuras relevantes que tiveram em comum o desejo de estar perto das pessoas e a necessidade de educar. O primeiro, São José de Anchieta, usou o teatro e o lúdico para se aproximar dos indígenas. O segundo, José Wilker, fez da arte a sua vida.

Anchieta tornou-se santo por decreto do Papa Francisco na última quinta-feira. “É o terceiro santo brasileiro”, comemorou o senador ao lembrar que ter um intercessor brasileiro junto a Deus é muito importante para os fiéis. Suplicy relatou missa solene, celebrada na Catedral da Sé, em São Paulo. E citou que o padre não só aprendeu a se comunicar em tupi-guarani como se dedicou a escrever os primeiros dicionário e gramática da língua.

Wilker

José Wilker faleceu no último sábado (5), aos 67 anos, vítima de um infarto fulminante. Suplicy lembrou a longa carreira do ator, que participou de mais de 30 novelas e 70 filmes. Também notabilizou-se como especialista em cinema e profundo conhecedor das artes.

Emocionado, o senador lembrou que, em 1992, Wilker chegou a recomendar seu nome para candidato a prefeito da capital paulista. “O fato de ter pessoas como José Wilker recomendando meu nome deu um grande alento para que eu seguisse lutando pelos meus ideais”, destacou.

Leia também