Em Brasília

Urbanitários protestam contra a privatização do saneamento

Manifestações nesta semana são essenciais para a luta contra a aprovação da Medida Provisória MP 844/2018
:: Carlos Mota5 de novembro de 2018 12:32

Urbanitários protestam contra a privatização do saneamento

:: Carlos Mota5 de novembro de 2018

A Federação Nacional dos Urbanitários (FNU) e a Frente Nacional pelo Saneamento Ambiental (FNSA) convocaram a militância – movimentos sociais e sindical e a classe trabalhadora – para as mobilizações contra a aprovação nos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado da Medida Provisória MP 844/2018, que altera o marco legal do saneamento.

Os atos serão realizados em Brasília na terça e na quarta, dias 6 e 7. “Vamos fazer pressão para não votarem ou para que votem contra a MP”, diz trecho da nota, que ressalta: “o prazo da MP vence dia 19/11”.

Em nota assinada pelo presidente da FNU, Pedro Blois, e pelo coordenador da FNSA, Arilson Wünsch, as entidades também orientam a militância a pressionar os parlamentares para que NÃO votem a favor do projeto que privatiza o saneamento no país.

A MP da Sede e da Conta Alta, como a medida é chamada pelos movimentos que lutam contra a privatização de serviços básicos e fundamentais para a população, aprovada na última quarta-feira (31) pela Comissão Mista formada nas duas Casas legislativas, obriga as prefeituras a contratarem empresas privadas para realizar serviços de água e esgoto. A proposta foi convertida no PLC 28/18 (PLC da Medida Provisória 844), que seguiu para votações nos Plenários da Câmara dos Deputados e do Senado.

Confira a matéria na íntegra

Leia também