Violência contra a mulher: número 180 atende brasileiras na Europa

:: Da redação25 de novembro de 2011 11:42

Violência contra a mulher: número 180 atende brasileiras na Europa

:: Da redação25 de novembro de 2011

Para romper com a violência, é preciso dar o primeiro e mais importante passo: procurar ajuda. E a Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, que, ao longo de seis anos, presta atendimento às mulheres em todo o Brasil, agora amplia seus serviços para brasileiras em situação de risco também no exterior.
Nesta sexta-feira, a ministra-chefe da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes, lança oficialmente a ampliação do Ligue 180 para a Espanha, Portugal e Itália. “É a primeira porta que se abre para as cidadãs fora do país, nesses três países”, ressalta Jadelza de Andrade Araújo, coordenadora da Central de Atendimento à Mulher.

Assim como no Brasil, a ligação para esse serviço — que funcionará 24 horas, todos os dias, inclusive feriados, com atendimento em português — também será gratuita e confidencial. A escolha dos três países, segundo a coordenadora da Central, está relacionada ao grande número de mulheres nas comunidades brasileiras. Além da violência doméstica, são comuns casos de sequestro e tráfico de mulheres nestes países.
Jadelza explica que o Ligue 180 não é uma central de denúncias. “Nosso trabalho é o de informar e orientar as vítimas da violência. Num primeiro momento, a ideia é acolher, orientar as mulheres sobre como proceder numa situação como essa para obter a assistência, rompendo, assim, como o ciclo da violência”.

Como funciona
As mulheres em situação de violência na Espanha devem ligar para 900 990 055, fazer a opção 3 e, em seguida, informar à atendente (em português) o número 61-3799.0180.

Em Portugal, devem ligar para 800 800 550, também fazer a opção 3 e informar o número 61-3799.0180.

Na Itália, o número é o 800 172 211Os passos seguintes são teclar a opção 3 e informar o número 61-3799.018.

O serviço da Central conta com a parceria do Ministério da Justiça e suporte das embaixadas.

O ato de lançamento será às 10 horas desta sexta-feira, 25 de novembro, Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher, com a presença da ministra Iriny Lopes, do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e do ministro interino das Relações Exteriores, embaixador Ruy Nunes Pinto Nogueira. A solenidade será realizada no Setor de Indústria Bernardo Saião, quadra 02, Conjunto C, Lote 13, no Núcleo Bandeirante, em Brasília.

Fonte: Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres

Leia também