Pedido ao Senado

Wagner pede investigação da Abin no caso Flávio Bolsonaro

Senador protocolou requerimento na Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência do Senado para que se abra uma investigação sobre a notícia de que a Abin produziu relatórios de orientação para Flávio Bolsonaro e seus advogados
:: Assessoria do senador Jaques Wagner15 de dezembro de 2020 16:52

Wagner pede investigação da Abin no caso Flávio Bolsonaro

:: Assessoria do senador Jaques Wagner15 de dezembro de 2020

O senador Jaques Wagner (PT-BA) protocolou requerimento na Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência do Senado para que se abra uma investigação sobre a notícia de que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) produziu relatórios de orientação para Flávio Bolsonaro e seus advogados sobre o que deveria ser feito para obter os documentos que permitissem embasar um pedido de anulação do caso Queiroz. O parlamentar solicitou também que o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, preste esclarecimentos sobre os fatos.

“As informações trazidas pela reportagem de Guilherme Amado, na Revista Época, são extremamente graves. Mostra o uso do estado brasileiro para servir a uma pessoa, seja ela quem for”, relatou. “Tudo isso é um absurdo. É um verdadeiro estado policial trabalhando para defender crimes que eventualmente tenham sido cometidos por familiares do presidente da república. O Brasil não merece ser enxovalhado dessa forma”, completou o senador.

Nos documentos, Wagner reforça que a lei que regula o sistema de inteligência do Brasil é muito clara ao estabelecer que sua função está limitada à segurança do Estado e da sociedade, e não aos interesses específicos de governos.

Leia também