Aníbal cobra melhoria de internet e celular no Acre

Segundo o senador, o último episódio não foi um caso isolado, como afirma a Operadora Oi.

:: Da redação11 de setembro de 2012 20:31

Aníbal cobra melhoria de internet e celular no Acre

:: Da redação11 de setembro de 2012

As seguidas interrupções dos serviços de internet e telefonia móvel no Acre, Rondônia e Mato Grosso, entre o último domingo e segunda-feira, causaram indignação ao senador Aníbal Diniz (PT-AC), que ocupou a tribuna do Senado, nesta terça-feira (11/09), para cobrar esclarecimentos à operadora Oi, responsável pelo fornecimento do serviço na região. Segundo Aníbal, este não é um caso isolado.

“O Acre têm sido extremamente prejudicado pelo não cumprimento dos contratos por parte da Oi. Para todas as interrupções, para todos os apagões, eles têm sempre uma desculpa, mas o fato é que o serviço não tem sofrido uma melhora”, relatou.

O senador, que procurou a empresa antes de subir a tribuna para entender o ocorrido, disse que a explicação não foi satisfatória. E destacou que, além da causa do problema, a operadora deveria estudar soluções para evitar novos apagões. “A explicação dada é de um rompimento da rede de fibra ótica no Mato Grosso, com queimadas e com obras que estão acontecendo à margem da rodovia. A gente gostaria de exigir que a Oi pudesse dar uma resposta mais convincente, no sentido de resolver esse problema e evitar que ele volte a acontecer”, sugeriu.

Após recordar que a má qualidade dos serviços da Oi já foi objeto de audiências públicas nas comissões da Casa, o senador cobrou a atuação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). “O usuário não pode continuar sendo maltratado dessa forma, sem uma atitude firme das agências reguladoras no sentido de cobrar o cumprimento dos contratos”, advertiu.

Os apagões

Em menos de 24 horas, Acre, Rondônia e Mato Grosso sofreram com duas interrupções nos serviços de telefonia móvel e internet. O primeiro, no último domingo (09) durou cinco horas; e o segundo, nesta segunda (10), teve início às 15h30 e só foi parcialmente restabelecido às 23h, totalizando quase sete horas de apagão.

Foto: Agência Senado

Leia mais:

Ângela Portela denuncia operadoras multadas pela Anatel

Portela: interesses econômicos impedem banda larga no Norte

Banda Larga: investimento na Região Norte é tímido


Leia também