Orçamento da União

Congresso mantém veto ao orçamento impositivo

Além dos vetos, está em discussão era a democracia brasileira e o ataque que foi feito pelo governo Bolsonaro, advertiu o líder do líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE)
:: Da redação4 de março de 2020 22:35

Congresso mantém veto ao orçamento impositivo

:: Da redação4 de março de 2020

Apesar das denúncias dos partidos de Oposição e da obstrução do PT, o veto do governo Bolsonaro à prioridade de execução das emendas do relator-geral do Orçamento e das comissões permanentes, que representam mais de R$ 30 bilhões, foi mantido. Na próxima semana o Congresso Nacional vai apreciar os três projetos de lei que o governo encaminhou ontem (3), às 17h, para regulamentar o orçamento impositivo.

Além dos vetos, o que estava em discussão era a democracia brasileira e o ataque que foi feito pelo governo Bolsonaro, advertiu o líder do líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE), lembrando os ataques proferidos pelo governo contra o Poder Legislativo. “Bolsonaro precisa explicar, através do seu representante – o general Heleno -, no Senado, qual foi a chantagem feita e por quem foi feita essa chantagem” .

Na semana passada, o general Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), chegou a classificar como chantagens as tratativas do Congresso Nacional em torno do orçamento impositivo. “Não podemos aceitar esses caras chantageando a gente. Foda-se”, disse o ministro de Bolsonaro. As posições de Augusto Heleno culminaram na convocação de uma manifestação contra os poderes Legislativo e Judiciário.

Com PT na Câmara.

Leia também