CPMI aprova quebras de sigilo de Yousseff e Paulo Roberto da Costa

Entre os pontos aprovados estão a solicitação de acesso aos processos sobre a Petrobras entre 2005 e 2014 em análise no TCUA Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que investiga denúncias de irregularidades na Petrobras aprovou a quebra dos sigilos do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor Paulo Roberto Costa, presos na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, acusados de integrar um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Na sessão administrativa da tarde desta quarta-feira (16), que durou cerca de uma hora, a CPMI aprovou um total de 54 requerimentos considerados de consenso e que tratam de convocações de depoentes, de quebras de sigilos e de pedidos de informações.

:: Da redação16 de julho de 2014 20:15

CPMI aprova quebras de sigilo de Yousseff e Paulo Roberto da Costa

:: Da redação16 de julho de 2014

 

Havia 664 requerimentos em pauta para a reunião desta quarta-feira,. Para facilitar o andamento dos trabalhos, os líderes partidários fizeram uma reunião antes da sessão da CPMI para apontar os consensos, que seriam levados a voto no colegiado. Entre os pontos aprovados estão a solicitação de acesso aos processos sobre a Petrobras entre 2005 e 2014 em análise no Tribunal de Contas da União (TCU) e de acesso às atas e notas taquigráficas das reuniões do Conselho de Administração da Petrobras no mesmo período.

A CPMI tem nova sessão marcada para o dia 23 de julho.

Leia também