CPMI da Mulher apresenta relatório final nesta terça-feira

Senadora Ana Rita promoveu 24 reuniões públicas, em18 estados e DF. Foram recebidos 369 documentos.

:: Da redação24 de junho de 2013 17:00

CPMI da Mulher apresenta relatório final nesta terça-feira

:: Da redação24 de junho de 2013

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga a violência contra as mulheres realiza, nesta terça-feira (25), reunião de apresentação e leitura do relatório final dos trabalhos. A reunião vai ocorrer, às 14h, no plenário 2 da Ala Nilo Coelho, no Senado Federal. A CPMI da Violência Contra as Mulheres tem como relatora a senadora Ana Rita (PT-ES) e é presidida pela deputada Jô Moraes (PCdoB-MG).

A CPMI encerrou a visita aos estados no dia 14 de dezembro. Foram feitas audiências públicas e diligências em 17 estados – Pernambuco, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Alagoas, Paraná, São Paulo, Bahia, Paraíba, Goiás, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Pará, Amazonas, Ceará e Roraima, além do Distrito Federal.

A comissão foi criada em fevereiro de 2011 e realizou ao longo dos trabalhos 24 audiências ou reuniões públicas, sendo 18 em estados e seis em Brasília. Neste período, foram recebidos 369 documentos, entre material enviado pelo Poder Público, movimentos sociais, entidades feministas e denúncias de mulheres vítimas de violência.

Pesquisa
Dados do Mapa da Violência de 2012, levantamento do Instituto Sangari que serviu de orientação para o trabalho do grupo, apontam que nos últimos 30 anos foram assassinadas no Brasil mais de 92 mil mulheres, sendo 43,7 mil só na última década. O número de mortes nesses 30 anos triplicou.

Com informações da assessoria de imprensa da senadora Ana Rita
 

Leia mais:

Melhorias à Lei Maria da Penha poderão ser sugeridas em relatório de CPMI 

CPMI da Mulher encerra fase de audiências e diligências nos estados

Ana Rita: burocracia atrasa combate à violência de gênero

Leia também