Criação da Universidade do Sul da BA é aprovada na CCJ

Após articulação do senador Walter Pinheiro, matéria poderá seguir ainda hoje para a sanção.

:: Da redação17 de abril de 2013 20:16

Criação da Universidade do Sul da BA é aprovada na CCJ

:: Da redação17 de abril de 2013

“Trata-se de mais um passo na
direção da política de expansão
do ensino universitário, o que
permite a interiorização da
educação superior pública”

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, nesta quarta-feira (17), a criação da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba). O senador Walter Pinheiro (PT/BA) apresentou seu relatório favorável à matéria e articulou a realização de uma sessão extraordinária na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) para votação da proposta ainda hoje.

“Ontem [terça-feira] conversei com o presidente da CE, senador Cyro Miranda, sobre a importância da celeridade desta tramitação e combinamos a realização da sessão extraordinária. A relatora será a senadora Lídice da Mata, que poderá finalizar a tramitação aqui no Senado”, disse Pinheiro. Após ser apreciado pelo CE, o projeto vai para Plenário.

No relatório apresentado na CCJ, Pinheiro lembrou a importância da nova universidade para a interiorização da educação superior pública do Estado: “trata-se de mais um passo na direção da política de expansão do ensino universitário adotada desde o Governo do Presidente Lula e continuada pela Presidenta Dilma, o que permite a interiorização da educação superior pública, com todas as consequências positivas trazidas pela iniciativa”, disse. Ainda de acordo com Pinheiro, o Campi da universidade em Itabuna receberá o nome de Jorge Amado, em homenagem ao escritor baiano.

O relator lembrou ainda que a nova Universidade deverá atender mais de onze mil alunos, em trinta e seis cursos, representando não apenas um instrumento de inclusão social, como fator de desenvolvimento e integração dessa importante região do sul da Bahia.

Estrutura

Com natureza jurídica de autarquia, vinculada ao Ministério da Educação, a nova universidade terá como sede o município de Itabuna, no sul da Bahia, com campi nas cidades de Porto Seguro e Teixeira de Freitas. O PLC que cria Universidade prevê a criação de 617 cargos de professor da Carreira de Magistério Superior e 623 cargos para ocupar o quadro de pessoal da Ufesba.  A criação dos cargos e funções prevista na Lei ficará condicionada à autorização da lei orçamentária anual com a respectiva dotação suficiente para o preenchimento dos cargos.

Durante a votação, os senadores Ricardo Ferraço, Luiz Henrique, Antônio Carlos Valadares, Pedro Taques e Lídice da Mata se manifestaram e felicitaram os baianos por mais essa conquista. Também esteve presente à votação o deputado federal Geraldo Simões (na foto, ao lado de Pinheiro), que foi relator da matéria na Câmara.

Assessoria de Imprensa do senador Walter Pinheiro 

Leia também