Estados e municípios terão cartão para situações de emergência

:: Da redação1 de setembro de 2011 14:16

Estados e municípios terão cartão para situações de emergência

:: Da redação1 de setembro de 2011

Os recursos federais destinados ao socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais de municípios e estados em situações de emergência e calamidade pública serão repassados de forma mais ágil por meio do Cartão de Pagamento de Defesa Civil. Desenvolvido pelo Banco do Brasil, a pedido do Ministério da Integração e da Controladoria Geral da União, o produto bancário foi lançado nesta quarta-feira (31). 

O cartão vai proporcionar agilidade e transparência na execução dos gastos relacionados a ações de defesa civil. Com o produto será possível acompanhar a utilização dos recursos pelo Portal da Transparência. O meio de pagamento terá apenas a função crédito e será emitido em nome do órgão da Administração Pública Estadual ou Municipal. O cartão é destinado exclusivamente ao pagamento de despesas com aquisições de material e contratação de serviços.

Piloto – O BB e o ministério realizam um projeto piloto com os estados do Rio de Janeiro, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e com 25 dos seus municípios, para testar a novidade. Os cartões serão acompanhados de 10 mil cartilhas explicativas.

Os municípios contemplados serão Bom Jardim, Nova Friburgo, Petrópolis, Sumidouro e Teresópolis, no Rio de Janeiro. Blumenau, Brusque, Gaspar, Itajaí e Rio de Sul, em Santa Catarina. Santa Maria, Santa Cruz do Sul, Novo Hamburgo, Igrejinha e Taquara, no Rio Grande do Sul. Campestre, Muricy, Quebrangulo, São José da Lage e União dos Palmares, em Alagoas. Água Preta, Barreiros, Catende, Maraial e Palmares, em Pernambuco.

Saiba mais

Quem poderá usar: Cada estado ou município beneficiário do cartão deverá designar um gestor financeiro e os portadores, que receberão seus respectivos cartões (plásticos) para realizar pagamentos. Os portadores deverão ser servidores públicos ou ocupar o cargo de secretário estadual ou municipal.

Quando será utilizado: O Cartão é destinado ao pagamento de despesas com ações de socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais, definidas no Decreto nº 7.257, de 4 de agosto de 2010, promovidas por governos estaduais, do DF e municipais.

Qual será o limite de crédito: Os recursos serão repassados o mais rápido possível, mas dependerá de disponibilidade orçamentária e de análise. O montante, definido de acordo com cada desastre, leva em consideração o número de atingidos.

Quais os benefícios: Acesso on-line à movimentação do cartão: pelo Autoatendimento Setor Público do Banco do Brasil, pode ser efetuado o gerenciamento, com emissão de demonstrativos de gastos e alteração de limites dos portadores do cartão. Isso permite o controle detalhado dos valores movimentados. Poderão ser feitos relatórios mensais.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Presidência da República

Fonte: Assessoria de Imprensa da Liderança do PT no Senado

Leia também